Foto: AGU

Defesa de Bolsonaro se recusa a mostrar provas de fraudes no pleito de 2018 em ação movida por cearense

Em uma ação popular protocolada pelo deputado federal Célio Studart (PV) na Justiça Federal do Ceará, para apurar alegações feitas pelo presidente Bolsonaro de que houve fraudes nas eleições de 2018, a Advocacia Geral da União (AGU) recusou, ontem, apresentar supostas provas que o chefe de Estado disse ter sobre os ilícitos no sistema de contagem de votos.