“Sigo confiando que tudo será esclarecido”, diz ex-vereador

O então vereador “Aonde É” foi preso em setembro de 2014 quando tentava receber o salário de um assessor em um banco de Fortaleza. Segundo o Ministério Público, “Aonde É” contratava assessores fantasmas para a Câmara Municipal e se apropriava da remuneração deles. O vereador ficou preso durante 41 dias. O processo segue sem julgamento.