-  

Sarto, Heitor Freire, Luizianne e Wagner recebem recursos milionários do Fundo Eleitoral

De acordo com a plataforma DivulgaCand, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quatro dos 11 candidatos à Prefeitura de Fortaleza têm arrecadação milionária por meio dos fundos eleitoral e partidário. São eles: Sarto Nogueira (PDT), com R$ 4 milhões; Heitor Freire (PSL), com R$ 2,614 milhões; Luizianne Lins, com R$ 1,332 milhão; e Capitão Wagner (Pros), com R$ 1,12 milhão.

Foto: Thiago Gadelha e Kid Júnior
  -  

Após eleição, Capitão Wagner deve retornar ao mandato na Câmara dos Deputados na quarta (2)

Sem vitória na disputa pela Prefeitura de Fortaleza,  Capitão Wagner (Pros) voltará ao mandato de deputado federal na próxima quarta-feira (2). Ele tirou licença por 120 dias no início de agosto para se dedicar à campanha. Com o prazo da licença chegando ao fim, o parlamentar retorna ao mandato e o médico Agripino Magalhães (Pros) volta à suplência.

Foto: Helene Santos
  -  

Capitão Wagner vence em cinco zonas eleitorais, uma a menos em relação ao 1° turno

Capitão Wagner teve, no 2° turno, um resultado diferente nas zonas eleitorais de Fortaleza em comparação ao dia 15 de novembro. No embate de domingo (29), Capitão Wagner venceu em cinco zonas eleitorais, uma a menos em relação ao 1° turno. A derrota ocorreu na 3° e na 115° zona. O ex-candidato também ganhou a zona 116°, conquistada por Sarto no 1° turno. Veja análise completa.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

“A oposição no Ceará está mais do que viva neste momento”, diz Capitão Wagner após resultado das urnas

Capitão Wagner (Pros) se pronunciou após o resultado da votação. Wagner ficou com 48,31%  dos votos . Ele agradeceu o povo de Fortaleza. “Foram quase 625 mil eleitores votaram em mim e na Camila, um resultado expressivo, diferente de tudo que foi apresentado até a véspera. A oposição no Ceará está mais do que viva nesse momento, ela se fortalece”, disse.

Foto: Camila Lima
  -  

Votos brancos, nulos e abstenções: compare números no 1º e 2º turno em Fortaleza

Compare o número de abstenções, brancos e nulos, do 1º para o 2º turno em Fortaleza:

Votos Brancos: de 50.234 (3,53%) para 35.081 (2,50%)
Votos Nulos: de 92.295 (6,48%) para 77.798 (5,53%)
Abstenções: de 397.774 (21,83%) para 414.959 (22,78%)

Sarto Nogueira (PDT) venceu Capitão Wagner (Pros) na disputa para prefeito de Fortaleza por uma diferença de 43.760 votos. Se somados, os votos brancos e nulos deste pleito chegaram 112.879, número suficiente para influenciar no resultado final da eleição. Também há que se considerar as 414.959 abstenções.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Pela 1ª vez desde a redemocratização, PT não elege prefeitos nas capitais

O resultado das Eleições 2020, cujo segundo turno ocorreu neste domingo (29), refletiu a perda de espaço do PT em todo o Brasil. Pela 1ª vez desde a redemocratização, o partido não elegeu nenhum prefeito nas capitais. Marília Arraes (foto), em Recife; e o João Coser, em Vitória (ES), eram apostas no 2º turno, mas foram derrotados. Luizianne perdeu em Fortaleza.

Foto: Luizianne Lins e Marília Arraes, os nomes nordestinos nas capitais Fortaleza e Recife, respectivamente. Crédito: Arquivo/Montagem
  -  

Vitor Valim é eleito prefeito de Caucaia com 51,08% dos votos

Com 100% das urnas apuradas, o Superior Tribunal Eleitoral (TSE) declarou Vitor Valim (Pros) eleito para a Prefeitura de Caucaia. A chapa composta pelo então deputado estadual e o vice Deuzinho Filho (Republicanos) recebeu 83.588 votos, relativos a 51,08% do total. O adversário, Naumi Amorim (PSD), atual prefeito, conseguiu 80.045 votos, equivalentes a 48,92%.

Foto: José Leomar
  -  

PSL no Ceará deverá receber R$ 8 milhões do fundo eleitoral

Dos R$ 199,4 milhões destinados ao PSL do Fundo Eleitoral, pelo menos, R$ 8 milhões serão enviados ao Ceará, segundo o presidente do partido no Estado e candidato a prefeito de Fortaleza, Heitor Freire. Esta semana está sendo decisiva para os diretórios nacionais definirem como e quanto vai distribuir da verba para os diretórios estaduais.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Fundo Eleitoral: “Não adianta achar que vai se fazer campanha sem recurso”, diz Domingos Neto

Em debate no Conexão SVM em Casa, o deputado federal Domingos Neto (PSD) defendeu o uso do dinheiro público do Fundo Eleitoral para o uso dos recursos nas campanhas. A cifra chega a R$ 2 bilhões. Ao citar a proibição das doações das empresas pelo Supremo Tribunal Federal em 2015, o parlamentar abriu discussão sobre outras formas de financiamento.

  -  

Maioria dos parlamentares cearenses a favor do aumento do Fundo Eleitoral

Os congressistas derrubaram o veto do presidente Jair Bolsonaro que permitia aumentar o fundo eleitoral. O valor será estipulado na Lei Orçamentária Anual 2020 e pode chegar a R$ 4 bilhões. Cid Gomes (PDT) e Tasso Jereissati (PSDB) votaram pela derrubada, enquanto Eduardo Girão (Pode) se posicionou a favor do veto. Entre os deputados federais, apenas Capitão Wagner (PROS), Roberto Pessoa (PSDB) e Célio Studart (PV) mantiveram o veto.

 

Foto: Agência Senado
  -  

Partidos terão que devolver mais de R$ 27 milhões do Fundo Partidário aos cofres públicos

Trinta e um partidos brasileiros terão que devolver aos cofres públicos o valor de R$ 27 milhões. A cifra é referente ao fundo partidário do ano de 2014. O mau uso do recurso rendeu punições por parte da Justiça Eleitoral. Apenas uma legenda teve as contas aprovadas. Outras 11 foram aprovadas com ressalvas e 20 foram desaprovadas, segundo o TSE.

  -  

Capitão Wagner é o candidato com maior percentual de verba de campanha oriunda de pessoas físicas

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (Pros) tem 47,32% da verba de campanha (R$ 1 milhão) oriunda de doações de pessoas físicas, sendo o postulante com maior arrecadação nesta modalidade. Dentre os doadores está o senador Eduardo Girão, com doação de R$ 750 mil, e o ex-vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena, que doou R$ 100 mil.

Foto: José Leomar
  -  

Heitor Freire tem R$ 1 milhão em despesas a mais do que arrecadou para a campanha eleitoral

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Heitor Freire (PSL) já contratou R$ 3.654.209,20 em despesas com a campanha. O valor é R$ 1,030 milhão maior do que o arrecadado, de acordo com a plataforma Divulgacand, do TSE. A maior parte do dinheiro foi empenhada em pagamento de serviços prestados por terceiros. Repasses dos diretórios estadual e nacional do partido são as principais fontes de arrecadação.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Heitor Freire declara “independência” no 2º turno em Fortaleza “por não enxergar” valores de direita

O ex-candidato à Prefeitura de Fortaleza Heitor Freire (PSL) declarou, em nota, que vai manter “independência” no 2º turno da disputa na Capital e não vai apoiar nem Sarto (PDT) nem Capitão Wagner (Pros). Freire diz que não “enxerga” em nenhuma candidatura “a defesa autêntica dos valores de direita e conservadores”. Por fim, desejou sucesso ao vencedor.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Candidatura a prefeito ajudará a eleger vereadores correligionários, acredita Heitor Freire

Minha candidatura impulsionou mais a visibilidade do PSL e isso vai ter uma boa aquisição do grupo de vereadores.

Heitor Freire (PSL), candidato à Prefeitura de Fortaleza, ao sair da votação no Colégio Espaço Aberto. Ele acredita que seu partido consiga emplacar quatro nomes na Câmara Municipal de Fortaleza

Foto: José Leomar
  -  

“Eu vou apoiar a mim mesmo. Eu vou pro segundo turno!”, afirma Heitor Freire, ao chegar para votar

Candidato à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Freire (PSL) afirmou que estará no segundo turno, apesar de não aparecer entre os favoritos nas pesquisas eleitorais. Ao sair da votação no Colégio Espaço Aberto, preferiu não declarar apoio no próximo embate. “Se eu não for (para o segundo turno), a conversa é outra”, disse o candidato.

Foto: José Leomar
  -  

Pesquisa Ibope: 70% dos eleitores de Luizianne devem apoiar Sarto (PDT) no 2º turno

A Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (23) pela TV Verdes Mares apontou que 70% dos eleitores de Luizianne Lins (PT) votariam em Sarto (PDT) no dia 29 de novembro, no segundo turno das eleições à Prefeitura de Fortaleza. Outros 11% declararam que devem votar no candidato Capitão Wagner (PROS). Leia mais.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Análise: Candidatos fazem sinalização ao eleitorado petista no 2° turno

Somando os votos dos sete últimos colocados na disputa pela Prefeitura no 1° turno em Fortaleza chega-se ao número 169.184, valor menor do que os 227 mil votos de Luizianne Lins. O montante atrai Sarto (PDT) e Capitão Wagner (Pros), que fazem sinalizações com citações diretas a petista, a qual encontra-se em silêncio, apesar do PT já ter definido apoio ao PDT no 2° turno. Leia análise de Inácio Aguiar.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

PT espera gestos de Sarto para superar mal estar com Luizianne após ataques na campanha

O PT deve declarar hoje (17) apoio à candidatura de Sarto (PDT) à Prefeitura de Fortaleza, mas espera gestos do pedetista para superar as críticas contra Luizianne Lins na campanha. Sarto, inclusive, ligou para lideranças do petistas manifestando o desejo de refazer a relação com o PT em Fortaleza que, atualmente, na gestão Roberto Cláudio, é de oposição.

Foto: Isanelle Nascimento/Camila Lima
  -  

Bancada do PDT fecha apoio a Antônio Henrique para presidente da Câmara após reunião com Sarto

A bancada eleita pelo PDT fechou apoio, na manhã desta terça-feira 1º, ao nome do atual presidente, vereador Antônio Henrique, para seguir no cargo de presidente da Câmara por mais dois anos. Pesa em favor do mandatário a relação próxima com o prefeito eleito, Sarto Nogueira, que se reuniu com os correligionários nesta manhã.

Foto: Reprodução
  -  

Sarto tem até o dia 31 para renunciar ao mandato de deputado, mas antes deve conduzir sucessão na AL

O prefeito eleito de Fortaleza Sarto Nogueira (PDT) tem até o dia 31 de dezembro para renunciar ao mandato de deputado na Assembleia Legislativa e ao cargo de presidente da Casa. Até lá, deve conduzir a sucessão da Mesa-Diretora. Nos bastidores, os movimentos ainda são tímidos, mas nomes já são cotados e o PDT deve ser o protagonista do processo.

Foto: José Leomar
  -  

Análise: Vitória consolida o PDT na Capital; oposição também sai fortalecida das urnas

O resultado das urnas do último domingo (29), com a eleição de Sarto Nogueira para prefeito de Fortaleza, mostra um paradoxo para o grupo governista. Será o terceiro mandato seguido na Capital, o que é significativo, mas o resultado da oposição foi considerável e pode apontar para um horizonte de debate político mais acirrado para a eleição de 2022. Confira a análise de Inácio Aguiar.

Foto: Helene Santos
  -  

RESULTADO PARCIAL: Em Caucaia, Vitor Valim permanece à frente com 50,74% dos votos; Naumi Amorim tem 49,26%

Com 96,95% das seções de Caucaia apuradas, o candidato Vitor Valim (Pros) continua à frente com 50,74% dos votos válidos e o candidato Naumi Amorim (PSD) tem 49,26%.

  -  

RESULTADO PARCIAL: 95,56% das seções apuradas em Fortaleza. Sarto tem 51,68% e Wagner, 48,32%

Atualização às 18h40min feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dá conta de que 95,56% das seções de Fortaleza já foram apuradas. O candidato Sarto Nogueira (PDT) tem 51,68% dos votos válidos e Capitão Wagner tem 48,32%.

  -  

RESULTADO PARCIAL: Com 93,73% das seções apuradas em Caucaia, Vitor Valim vira e fica à frente de Naumi Amorim

93,73% das seções de Caucaia já foram apuradas, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O candidato Vitor Valim (Pros) tem, agora, 50,80% dos votos e Naumi Amorim (PSD), 49,20%.

  -  

TRE-CE mantém indeferimento de candidatura do vereador Marcelo Lemos

O TRE-CE decidiu na última segunda (23), por unanimidade, negar o recurso do candidato a vereador de Fortaleza Marcelo Lemos (PSL) para reverter o indeferimento da candidatura. O Ministério Público Eleitoral argumenta que Lemos, quando geriu a Regional V, teve as contas desaprovadas pelo TCE.  Neste pleito, Lemos recebeu 5.381 votos.

Foto: José Leomar
  -  

Vereador Marcelo Lemos contraria neutralidade do PSL e declara apoio a Sarto em Fortaleza

O vereador de Fortaleza, Marcelo Lemos, do PSL, contrariou o seu partido e declarou apoio ao candidato à Prefeitura da Capital, Sarto Nogueira, (PDT) O PSL, que lançou no 1º turno a candidatura do deputado federa Heitor Freire, declarou neutralidade no 2º turno da disputa. O anúncio foi feito nas redes sociais do deputado Salmito Filho (PDT).

  -  

“Um reflexo do recall dos candidatos”, diz Heitor Freire sobre pesquisa Ibope

“As pesquisas nada mais são do que um reflexo do recall dos candidatos. Nós seguimos com nosso trabalho para endireitar Fortaleza”

Heitor Freire (PSL) comenta a pesquisa Ibope lançada nesta terça-feira (3). O candidato teve 2% de intenção de votos.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Camilo comenta eleição de Sarto à Prefeitura de Fortaleza: “vitória da defesa da verdade”

Após definição da eleição de Sarto (PDT) para a Prefeitura de Fortaleza, hoje (29), o governador Camilo Santana (PT) comentou o resultado em sua conta no Twitter. “Uma vitória da defesa da verdade, do respeito, da paz e do reconhecimento ao trabalho e à enorme disposição para enfrentar os muitos desafios que virão pela frente”, disse o petista.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Em Caucaia, PT decide apoiar Naumi Amorim no segundo turno

O PT emitiu nota em que indica apoio ao candidato do PSD à Prefeitura de Caucaia, Naumi Amorim, neste segundo turno. Na primeira fase da disputa, o partido lançou Elmano de Freitas como candidato a prefeito. Na nota, o partido diz que Vítor Valim (Pros) “representa o bolsonarismo” e indica voto em Naumi.

Foto: José Leomar
  -  

“Ainda que tenhamos dor no coração e chateação, está em jogo algo maior”, diz Elmano de Freitas sobre apoio ao PDT

Após o Partido dos Trabalhadores anunciar, em decisão unânime, apoio ao PDT, o deputado estadual Elmano de Freitas (PT) comentou a decisão nesta quinta-feira (19), na Assembleia Legislativa do Ceará. “Ainda que tenhamos dor no coração e chateação, está em jogo uma disputa maior, daqueles que apoiam o Governo Bolsonaro”, disse.

Foto: José Leomar
  -  

Lucílvio Girão e Manoel Duca assumem cadeiras na Assembleia no lugar de Sarto e Nezinho, eleitos prefeitos

A Assembleia Legislativa vai passar por uma dança das cadeiras, após deputados terem sido eleitos prefeitos. Com a saída de Sarto (PDT) para a Prefeitura de Fortaleza e Nezinho Farias (PDT) para Horizonte, serão efetivados os suplentes Manoel Duca (PDT) e Lucílvio Girão (PP), que já está no lugar de Zezinho (PDT), secretário de Cidades.

Foto: José Leomar
  -  

Sarto sobre Covid-19: “vamos comprar a vacina”

O prefeito eleito Sarto Nogueira (PDT) afirmou que pretende disponibilizar a vacinação contra Covid-19 assim que a eficácia for comprovada no Brasil. Segundo ele, serão priorizados os grupos de risco, que devem receber a vacina em casa, assim como ocorreu com a vacina de gripe.

“A questão da saúde… ontem mesmo conversava com o governador acerca da aquisição da vacina. Assim que houver a liberação pelos órgãos sanitários nacionais, vamos comprar a vacina, disponibilizar para toda a população priorizando os grupos de risco, vacinar profissionais de saúde, idosos e gestantes”, disse.

Sarto concedeu entrevista ao CETV 1ª Edição nesta segunda-feira (30).

Foto: Camila Lima
  -  

Sarto Nogueira é eleito com 51,69% dos votos, em Fortaleza

Com 98,03% das urnas apuradas, o Superior Tribunal Eleitoral (TSE) declarou Sarto Nogueira (PDT) eleito para a Prefeitura de Fortaleza. A chapa composta pelo pedetista e o vice Élcio Batista (PSB) recebeu 655.538 votos, relativos a 51,69% do total. O adversário, Capitão Wagner (Pros), conseguiu 612.769 votos, equivalentes a 48,31%.

Foto: Kid Júnior
  -  

Roberto Cláudio propõe prorrogação de prazo para implementação de 12 Regionais na Capital

Os vereadores de Fortaleza devem começar nesta quarta-feira (2) a apreciar projeto de lei do prefeito Roberto Cláudio (PDT) que propõe a prorrogação do prazo da implementação das 12 regionais na Capital por mais seis meses. Fortaleza tinha 12 meses para fazer a mudança – prazo que encerrava em dezembro deste ano. Vereadores também devem votar o novo Regimento Interno do Legislativo.

Foto: Camila Lima
  -  

Justiça Eleitoral indefere registro de candidatura de prefeita eleita em Barreira; cabe recurso

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) decidiu, nesta terça-feira (2), por unanimidade, indeferir o registro de candidatura da prefeita eleita em Barreira, Dra. Auxiliadora Fechine (PSD), por contas desaprovadas da gestão pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ela foi secretária do município em gestões anteriores. Ainda cabe recurso.

  -  

Vereadores eleitos ligados a Capitão Wagner se reúnem na noite desta terça (1º) para discutir espaços na Câmara Municipal

Os vereadores eleitos ligados a Capitão Wagner devem se reunir nesta terça (1°) para discutir quais espaços querem ocupar na Câmara Municipal. Reeleito pelo Pros, Márcio Martins pretende propor aos colegas que a oposição lance candidatura à presidência da Casa. A definição, contudo, deve ocorrer apenas após o encontro dos 12 parlamentares eleitos.

Foto: Helene Santos
  -  

Emília Pessoa e Natécia Campos vão comandar as secretarias de Educação e Ação Social em Caucaia

O prefeito eleito de Caucaia Vitor Valim (Pros) já está montando a equipe para a nova gestão. A vereadora Emília Pessoa (PSDB), que foi candidata à Prefeitura de Caucaia no primeiro turno, vai ser a secretária de Educação. A ex-vereadora Natécia Campos (PP), que concorreu à vice-prefeita na chapa de Elmano de Freitas, vai ser secretária de Ação Social.

  -  

Danilo Forte assume vaga deixada por Roberto Pessoa na Câmara dos Deputados

Após a eleição, apenas um nome da bancada cearense em Brasília será substituído. Roberto Pessoa (PSDB), eleito para ocupar o cargo de prefeito de Maracanaú, deixará a vaga para Danilo Forte (PSDB). Dos 22 deputados cearenses, pelo menos seis estiveram ligados diretamente a alguma campanha política, seja a própria ou de parentes.

  -  

Toni Brito assume cadeira de deputado na Assembleia no lugar de Vitor Valim, eleito prefeito

O suplente de deputado estadual Toni Brito (Pros) vai retornar às atividades na Assembleia Legislativa do Ceará, em 2021, desta vez, como deputado estadual efetivo. Ele vai assumir o lugar do deputado estadual Vitor Valim (Pros), que foi eleito prefeito de Caucaia neste ano.

Foto: José Leomar
  -  

Treinamento de mesários deve permanecer virtual em 2022, projeta TRE-CE

O treinamento virtual de mesários, auxiliares e demais colaboradores que trabalham durante as eleições deve permanecer na modalidade remota em 2022. Em coletiva na manhã desta terça-feira (1°), a coordenadora de Eleições do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), Edna Saboia, afirmou que a medida gerou redução dos custos para a Justiça Eleitoral.

  -  

Davi de Raimundão vai assumir cadeira de deputado estadual após Patrícia Aguiar ser eleita prefeita

Com a eleição da deputada estadual Patrícia Aguiar (PSD) prefeita de Tauá, o primeiro suplente da coligação, Davi de Raimundão (MDB), vai ser efetivado na Assembleia Legislativa. Ele já exerceu a suplência nesta legislatura, quando deputados do MDB se licenciaram das atividades. Davi, inclusive, concorreu à vice-prefeitura de Juazeiro do Norte neste ano.

Foto: José Leomar
  -  

Mais de 264 mil títulos de eleitores no Ceará voltam a ser cancelados após a eleição

Passado o segundo turno, 264 mil eleitores cearense têm o título cancelado por não terem feito a biometria. Para o pleito deste ano, devido à pandemia, o documento foi validado momentaneamente. Agora, os eleitores precisarão buscar a Justiça Eleitoral para regularizar a situação. A partir do dia 9 de dezembro, isso poderá ser feito de forma virtual.

  -  

Gordim Araújo vai assumir lugar de deputado Bruno Gonçalves na Assembleia, eleito prefeito de Aquiraz

Com a eleição do deputado estadual Bruno Gonçalves (PL) para a Prefeitura de Aquiraz, o primeiro suplente do partido, Gordim Araújo, vai assumir o lugar do colega na Assembleia Legislativa. Araújo já tinha exercido a suplência no ano passado, quando Gonçalves se licenciou do mandato.

Foto: Helene Santos