-  

Reunião foi “absolutamente republicana”, diz Girão sobre encontro com Dallagnol

Sobre a citação a seu nome em conversas do procurador Deltan Dallagnol, Eduardo Girão (Pode) disse ter ocorrido uma reunião “absolutamente republicana” e “em lugar público”. “Também é inverossímil a insinuação de que articulei indicações à PGR“, reforçou. Girão voltou a condenar os ataques hackers. Para ele, tentam “desqualificar a Lava Jato”.

Foto: Agência Senado
  -  

Deltan marcou almoço com Eduardo Girão na tentativa de fazer lobby para colega na PGR

O senador cearense Eduardo Girão (Pode) é citado em diálogos do procurador Deltan Dallagnol, da Lava Jato. Nas mensagens, Deltan comunica o também procurador Vladimir Aras, que articulava indicação à PGR, sobre um almoço com Girão, que confirma o encontro.

Foto: FORTALEZA 20 DE JULHO 2017. DELTAN DALLAGNOL PROCURADOR DO MINISTERIO PUBLICO FEDERAL E COORDENADOR DA OPERACAO LAVA JATO
  -  

Após troca de farpas entre Camilo e Capitão Wagner, Eduardo Girão critica governador

“O Ceará detém o vergonhoso título de campeão de mortes violentas. O governador diz que o aumento de assassinatos não é responsabilidade dele. Em quem ele vai colocar a culpa por sermos também o campeão mundial de mortes por milhão da Covid-19?”

Senador Eduardo Girão (Podemos), no Twitter, nesta terça-feira, criticando o governador Camilo Santana (PT) após o gestor trocar farpas com Capitão Wagner (Pros).

Senador Eduardo Gião
Foto: Pedro França/Agência Senado
  -  

Senador cearense Eduardo Girão é o segundo maior doador de campanha do Brasil

Eduardo Girão (Podemos) é, atualmente, o segundo maior doador de campanha do País. Dos R$ 600 mil dados por ele, R$ 500 mil foram para Capitão Wagner (Pros). Emília Pessoa (PSDB), de Caucaia, R$ 40 mil. Para vereador, Sgt. Reginauro (Pros), Plauto de Lima (Podemos) e Danilo Lopes (Podemos) receberam R$ 30 mil, R$ 20 mil e R$ 10 mil, respectivamente.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Campanha de Capitão Wagner recebe R$ 500 mil de doação do senador Eduardo Girão

A campanha do candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), recebeu R$ 500 mil de doação do senador Eduardo Girão (Podemos) para investir na disputa municipal. Wagner doou R$ 5 mil para a própria campanha. As candidaturas ficaram proibidas de receber recursos de empresas e agora recebem doações apenas de pessoas físicas.

Foto: Divulgação
  -  

Operação da Polícia Federal investiga propina de R$ 25 milhões para campanhas eleitorais

A Polícia Federal deflagrou um desdobramento da Operação Lava Jato Eleitoral, inclusive no Ceará. Os agente cumprem 17 mandados de busca e apreensão em Fortaleza, Salvador e São Paulo. A ação busca elementos para investigação de desvio de recursos para campanhas eleitorais, totalizando um montante de R$ 25 milhões. A PF não citou nomes e, por determinação judicial, não dará entrevista coletiva sobre o assunto.

  -  

Em ‘live’ com empresários cearenses, Moro diz que decisões da Lava Jato tiveram base “na lei e nas provas”

Convidado da transmissão ao vivo de hoje (13) do Lide Ceará, o ex-ministro e ex-juiz Sérgio Moro respondeu sobre a retirada da delação de Antônio Palocci do processo contra Lula e sobre o julgamento do pedido de suspeição que o Supremo deve analisar até outubro. Moro negou intenções políticas na operação. “Decidi a Lava Jato com base na lei e nas provas”, garantiu.

  -  

Lewandowski reafirma defesa de tese que pode anular decisões da Lava Jato

“Na medida em que não se dá a oportunidade do delatado falar depois do delator, está se ferindo um valor importante da Constituição: o direito à ampla defesa e ao contraditório”, disse o ministro Ricardo Lewandowski, sobre decisão do STF que pode afetar condenados da Lava Jato.

Ele participa hoje (4) do I Seminário de Direito Constitucional, na AL-CE.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Tasso Jereissati propõe criação de benefício infantil com foco na primeira infância

O sen. Tasso Jereissati (PSDB) apresentou uma PEC que prevê a criação do Benefício Universal Infantil – um programa para atender famílias com crianças de até 14 anos -, mais especificamente aquelas com idade de zero a seis anos. O texto permite a integração parcial ou total com outros programas e teria verba oriunda da revisão de benefícios fiscais.

Foto: Agência Senado
  -  

“Os psicopatas que maltratam animais não têm medo de serem punidos. Isso vai mudar”, diz Célio Studart após nova lei

“Nossa legislação é muito branda e não coíbe esse tipo de crime. Os psicopatas que maltratam animais não têm medo de serem punidos e, por isso, temos essa quantidade absurda de animais agredidos, abandonados entre outros. Isso vai mudar com a aprovação de uma lei mais severa”

Deputado federal Célio Studart (PV), presidente da comissão especial da Câmara que debateu o Projeto de Lei 1095/19 que endurece que aumenta pena para maus-tratos contra cães e gatos. A medida foi aprovada pelo Senado e vai à sanção presidencial.

  -  

‘Vai beneficiar mais de 10 mi de pessoas’, diz Girão sobre aprovação de linha de crédito para profissionais liberais

Projeto de lei de autoria do senador Eduardo Girão (Podemos) que cria uma linha de crédito de até R$ 100 mil para profissionais liberais foi aprovado na madrugada desta quinta-feira (30) na Câmara dos Deputados. A medida, que já havia sido aprovada no Senado, segue para sanção. “Foi uma vitória do bom senso. Vai beneficiar mais de 10 milhões de pessoas das mais diversas categorias”, destacou.

  -  

AL deve votar projeto que autoriza Estado a reorganizar metas do PPA para Segurança, Saneamento e outras áreas

A Assembleia Legislativa deve votar, nesta quinta-feira (22), projeto de lei enviado pelo governador Camilo Santana (PT) que autoriza o Poder Executivo a reorganizar metas previstas no Plano Plurianual (2020-2023) para Segurança Pública, Saneamento Básico e Assistência Social, além de outras áreas. Também estão na pauta outros projetos do Governo e de parlamentares.

Foto: Camila Lima
  -  

Em carta, médicos apresentam reivindicações a candidatos à Prefeitura de Fortaleza

Em carta aos prefeituráveis da Capital, o Sindicato dos Médicos do Ceará apresentou reivindicações da categoria aos candidatos, como a priorização da realização de concurso público e outras pautas. Foram convidados para evento na terça-feira (20) os quatro candidatos mais bem colocados nas pesquisas. Capitão Wagner (Pros) e Heitor Férrer (SD) compareceram e apresentaram propostas.

  -  

Geraldo Luciano e Marcos Holanda entram para a coordenação de campanha de Capitão Wagner

A coordenação de campanha de Capitão Wagner (Pros), que já tinha a frente o senador Eduardo Girão (Podemos), teve mais dois acréscimos. O ex-presidente do Banco do Nordeste, Marcos Holanda, e o executivo Geraldo Luciano assumiram como coordenadores estratégicos. Geraldo Luciano chegou, inclusive, a ser pré-candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo Novo.

  -  

“Se houver desejo dele, estaremos de tapete azul para que possa entrar na campanha”, afirma Férrer sobre Eunício

“Se Eunício (Oliveira) entender que deva participar para pedir votos, será muito bem vindo em nossa chapa. Não há nenhuma inconveniência, pelo contrário. Se houver desejo dele nós estaremos de tapete azul para que ele possa entrar na campanha”.

Heitor Férrer (SD) comentou a ausência, por enquanto, do ex-senador Eunício Oliveira (MDB) na campanha.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Heitor Férrer defende a criação do programa “Moradia Cidadã”

Entrevistado do PontoPoder Eleições, Heitor Férrer (SD) propõe a criação de programa voltado à construção de moradia popular para os fortalezenses que “não podem pagar”. Chamada de “Moradia Cidadã”, a proposta terá como foco regiões mais vulneráveis. “Queremos respeitar o local em que a família vive, (para eles continuarem) morando onde sempre moraram”.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Assista em tempo real ao PontoPoder Eleições

O programa PontoPoder Eleições desta quarta-feira (21) entrevistou o candidato do Solidariedade (SD) à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer. Além do dia de campanha dos candidatos na Capital, a atração levou ao telespectador os principais assuntos da plataforma PontoPoder. O programa foi exibido às 20h45 desta quarta, na TV Diário. Assista na íntegra:

  -  

Entrevistado do PontoPoder Eleições, Heitor Férrer diz que já ter concorrido à Prefeitura “engradece nome”

Heitor Férrer (SD) é o entrevistado desta quarta-feira (21) do PontoPoder Eleições, que começa mais cedo, às 20h45, na TV Diário. O candidato chegou aos estúdios do Sistema Verdes Mares e falou sobre a campanha deste ano, a quarta que ele concorre à Prefeitura de Fortaleza. “Cada vez há um amadurecimento a mais e engradece o nosso nome”, ressaltou.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Juiz remete à PF pedido da defesa de Cid Gomes para acesso a inquérito de investigação eleitoral

A Justiça Eleitoral, em Fortaleza, negou pedido de acesso à informação dos advogados do senador Cid Gomes (PDT) sobre os autos do inquérito policial que realizou diligências na Capital semana passada. O juiz Cleber de Castro Cruz disse que a prerrogativa é dada à Polícia Federal, que coordena o caso. A assessoria do parlamentar informou que ele não foi alvo de busca e apreensão.

  -  

Após receber alta, Sarto retoma atividades de campanha na internet nesta quarta (21)

Após deixar o hospital, o candidato do PDT à Prefeitura de Fortaleza, Sarto Nogueira, retomará as atividades de campanha, mas apenas na internet. A equipe de campanha do candidato informou, por meio de nota, que ele fará uma “live” nas redes sociais às 18h. A agenda de rua segue sendo tocada pelo candidato a vice na chapa, Élcio Batista (PSB), e outros aliados.

Foto: Reprodução
  -  

Luizianne Lins vai à Polícia Federal protocolar notícia-crime contra “fake news” na campanha

A candidata à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), esteve na sede da Polícia Federal, nesta quarta-feira (21), para protocolar notícia-crime na esfera da lei Lola, que prevê a punição dos crimes de misoginia na internet. A petista afirma ser alvo de “fake news” na campanha municipal. A lei Lola delega esse tipo de investigação à PF.