-  

Presidente do Senado recua e retira projeto das regras eleitorais da pauta do plenário

A  falta de acordo entre líderes fez o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), retirar da pauta do plenário do Senado, o projeto que modifica as regras eleitorais, entre elas, um aumento do fundo eleitoral. O tema volta para a CCJ. O senador cearense Cid Gomes (PDT) defende a votação só de temas diretamente ligados a Eleição 2020. Poucos.

  -  

Cid Gomes participa, pela primeira vez, de ato da campanha de Sarto

Um dos principais responsáveis pela articulação do nome do PDT na disputa pela Prefeitura de Fortaleza, o senador Cid Gomes (PDT) participou, pela primeira vez, de ato público da campanha de Sarto Nogueira (PDT). Os dois se encontraram durante adesivaço no bairro Pirambu, na manhã deste domingo (4).

Foto: Divulgação
  -  

Após motoneta e “Cidmóvel”, qual será o “transporte” de Cid Gomes na campanha eleitoral de 2020?

A tirar pela atuação do senador Cid Gomes (PDT) nas campanhas para eleger Roberto Cláudio prefeito de Fortaleza em 2012 e Camilo Santana, governador do Ceará em 2014, qual será a novidade da campanha em 2020? Em 2012, pediu votos para Roberto Cláudio em uma motoneta. Em 2014, atravessava a multidão nos eventos dirigindo um Jipe amarelo, o “Cidmóvel”. E agora?

Foto: Divulgação
  -  

Com presenças de autoridades, PDT oficializa candidatura de Ivo Gomes em Sobral

O PDT oficializou, nesta sexta-feira (11), a candidatura do prefeito Ivo Gomes e da vice-prefeita Christianne Coelho (PT) à reeleição em Sobral, num evento híbrido que contou com a presença de autoridades – virtual e presencialmente. Entre os que declararam apoio a Ivo, estão o senador Tasso Jereissati (PSDB), o governador Camilo Santana (PT), além do irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT).

  -  

Sob relatoria de Tasso, marco regulatório do saneamento deve ser votado dia 24 no Senado

O novo marco regulatório do saneamento básico no Brasil deverá ser votado na quarta (24). O senador cearense Tasso Jereissati (PSDB), relator da proposta, disse que o texto deve estar disponível para análise dos senadores ainda hoje (19). O anúncio da votação foi feito na quinta-feira (18) pelo presidente da Casa, Davi Alcolumbre.

  -  

Alcolumbre promete urgência na aprovação do auxílio emergencial, diz Camilo

O presidente me garantiu que o Senado vota o projeto ainda hoje e manda para publicação imediata no Diário Oficial, para que possa entrar em vigor o mais rápido possível. Pelo projeto, as mães que são chefes de família podem receber até duas cotas do auxílio, totalizando R$ 1,2 mil.

Camilo Santana, governador (PT), sobre a votação, no Senado, do projeto que cria o auxílio emergencial de R$ 600 por três meses para pessoas que estão com renda comprometida, por causa do coronavírus.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

PSL no Ceará deverá receber R$ 8 milhões do fundo eleitoral

Dos R$ 199,4 milhões destinados ao PSL do Fundo Eleitoral, pelo menos, R$ 8 milhões serão enviados ao Ceará, segundo o presidente do partido no Estado e candidato a prefeito de Fortaleza, Heitor Freire. Esta semana está sendo decisiva para os diretórios nacionais definirem como e quanto vai distribuir da verba para os diretórios estaduais.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Fundo Eleitoral: “Não adianta achar que vai se fazer campanha sem recurso”, diz Domingos Neto

Em debate no Conexão SVM em Casa, o deputado federal Domingos Neto (PSD) defendeu o uso do dinheiro público do Fundo Eleitoral para o uso dos recursos nas campanhas. A cifra chega a R$ 2 bilhões. Ao citar a proibição das doações das empresas pelo Supremo Tribunal Federal em 2015, o parlamentar abriu discussão sobre outras formas de financiamento.

  -  

Maioria dos parlamentares cearenses a favor do aumento do Fundo Eleitoral

Os congressistas derrubaram o veto do presidente Jair Bolsonaro que permitia aumentar o fundo eleitoral. O valor será estipulado na Lei Orçamentária Anual 2020 e pode chegar a R$ 4 bilhões. Cid Gomes (PDT) e Tasso Jereissati (PSDB) votaram pela derrubada, enquanto Eduardo Girão (Pode) se posicionou a favor do veto. Entre os deputados federais, apenas Capitão Wagner (PROS), Roberto Pessoa (PSDB) e Célio Studart (PV) mantiveram o veto.

 

Foto: Agência Senado
  -  

Com plenário esvaziado, sessão da Assembleia Legislativa não tem pauta de votação

Com o plenário esvaziado, apesar do telão registrar 25 deputados presentes ‘fisicamente’, a sessão da Assembleia desta quinta-feira (8) foi mais uma vez morna, sem ter sequer votação prevista na pauta. No expediente, há apenas a leitura de projetos do Executivo e de deputados.

Foto: Nilton Cezar
  -  

STF: Kassio Nunes tem “as digitais do Centrão”, afirma Eduardo Girão

O senador Eduardo Girão (Podemos) criticou a escolha do desembargador Kassio Nunes para o Supremo Tribunal Federal (STF). “Ao que tudo indica, tal indicação parece mesmo ter as digitais do Centrão”. O parlamentar disse que esperava que o indicado do presidente Jair Bolsonaro tivesse um perfil mais conservador. A indicação ao STF deve ser votada no Senado.

  -  

Novo Plano Mansueto deve oferecer bônus para estados e municípios com boa gestão fiscal

“É um Plano que possa reestruturar de forma definitiva a questão fiscal dos estados e municípios. Não poderemos cair no mesmo erro do regime de recuperação fiscal que o Rio já entrou e não fez sua reestruturação”

Pontuou Mauro Filho, destacando que o RJ recebeu, desde 2017, R$ 52 bilhões da União. No novo Plano Mansueto, estados com boa gestão fiscal, como o Ceará, terão tratamento diferenciado, afirma.

  -  

Tasso Jereissati propõe criação de benefício infantil com foco na primeira infância

O sen. Tasso Jereissati (PSDB) apresentou uma PEC que prevê a criação do Benefício Universal Infantil – um programa para atender famílias com crianças de até 14 anos -, mais especificamente aquelas com idade de zero a seis anos. O texto permite a integração parcial ou total com outros programas e teria verba oriunda da revisão de benefícios fiscais.

Foto: Agência Senado
  -  

“Os psicopatas que maltratam animais não têm medo de serem punidos. Isso vai mudar”, diz Célio Studart após nova lei

“Nossa legislação é muito branda e não coíbe esse tipo de crime. Os psicopatas que maltratam animais não têm medo de serem punidos e, por isso, temos essa quantidade absurda de animais agredidos, abandonados entre outros. Isso vai mudar com a aprovação de uma lei mais severa”

Deputado federal Célio Studart (PV), presidente da comissão especial da Câmara que debateu o Projeto de Lei 1095/19 que endurece que aumenta pena para maus-tratos contra cães e gatos. A medida foi aprovada pelo Senado e vai à sanção presidencial.

  -  

‘Vai beneficiar mais de 10 mi de pessoas’, diz Girão sobre aprovação de linha de crédito para profissionais liberais

Projeto de lei de autoria do senador Eduardo Girão (Podemos) que cria uma linha de crédito de até R$ 100 mil para profissionais liberais foi aprovado na madrugada desta quinta-feira (30) na Câmara dos Deputados. A medida, que já havia sido aprovada no Senado, segue para sanção. “Foi uma vitória do bom senso. Vai beneficiar mais de 10 milhões de pessoas das mais diversas categorias”, destacou.

  -  

Justiça Eleitoral barra candidatura à reeleição do vereador de Fortaleza Marcelo Lemos por Lei da Ficha Limpa

A Justiça Eleitoral indeferiu o pedido de registro de candidatura do vereador de Fortaleza Marcelo Lemos (PSL), que disputaria a reeleição. O site Divulgacand mostra que o motivo da decisão foi a Lei da Ficha Limpa. O indeferimento é o assunto do dia nos bastidores entre os vereadores, que estão de olho nos votos dele na região do Grande Bom Jardim.

  -  

“O Ciro deve ter tomado a senha das redes sociais do governador”, alfineta Capitão em troca de farpas com Camilo

Após troca de farpas com o governador que voltou a acusá-lo, nesta terça (20), de apoiar o motim dos PMs neste ano, o candidato à Prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (Pros) minimizou o caso hoje (21) e disse que a postura de Camilo não é o “normal”, mas alfinetou o grupo governista. “O Ciro deve ter tomado a senha das redes sociais do governador”.

  -  

90% das candidaturas de Fortaleza já foram julgadas como aptas pela Justiça Eleitoral

Até as 10h desta quarta-feira (21), 1.248 candidaturas às eleições de Fortaleza foram julgadas como aptas pela Justiça Eleitoral. O número representa 90,3% dos postulantes aos cargos de vereador, vice-prefeito e prefeito. Até agora, 62 candidaturas foram consideradas inaptas, principalmente por falta de documentação (45) ou por “ficha suja” (7).

  -  

Capitão Wagner visita Incor e defende parcerias com terceiro setor para “economizar” na Saúde

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (Pros) visitou, nesta quarta (21), o Instituto do Coração da Criança e do Adolescente (Incor). Ele defendeu parceria com o terceiro setor na Saúde, para “economizar” na construção de novos equipamentos. “Leva custos e a gente vê dificuldade de recurso para manter. O ideal é a gente ter parcerias de ajuda com essas instituições”.

  -  

Bolsonaro autoriza envio das Forças Armadas para atuar durante as eleições

Em decreto publicado no último dia 19, o presidente Jair Bolsonaro autorizou o uso das Forças Armadas para atuar durante as eleições. As localidades e o período de emprego das Forças serão definidos pelo TSE. No mesmo dia, o governador Camilo Santana se manifestou favorável à decisão do TRE-CE de requisitar forças federais para dez municípios cearenses.

 

Foto: Divulgação
  -  

Élcio Batista cita continuidade das políticas de escola de tempo integral em ato na Barra do Ceará

Em ato de campanha na Barra do Ceará, Élcio Batista, candidato a vice na chapa do Sarto, afirmou que em uma eventual gestão vai dar continuidade às políticas das escolas de tempo integral no bairro. Batista também se comprometeu a melhorar o atendimento do sistema de saúde primário com a utilização de recursos tecnológicos.

Foto: Helene Santos
  -  

PontoPoder Cafezinho: Como funcionam as pesquisas eleitorais?

O podcast PontoPoder Cafezinho #11 debate como são feitas as pesquisas eleitorais que movimentam o eleitorado. Números, metodologia e curiosidades são destacados na conversa entre os jornalistas Márcio Dornelles e Wagner Mendes, e o estatístico Ozias Filho, do Núcleo de Dados do Sistema Verdes Mares. Ouça:

  -  

Parlamentares apostam que próximo prefeito enfrentará uma oposição maior do que Roberto Cláudio

Dezenas de contas circulam entre os vereadores em relação ao número de votos necessários para a eleição e a possível composição da Câmara Municipal. Muita especulação. Uma das suposições é que quem quer que seja o prefeito eleito terá uma bancada de oposição maior do que tem atualmente o prefeito Roberto Cláudio (PDT). Há temor entre os parlamentares.

  -  

Vereadores relatam dificuldade na campanha eleitoral e adiam eventos para o início de novembro

Vereadores que buscam a reeleição em Fortaleza estão preocupados com o rumo da campanha eleitoral deste ano. As limitações por conta da pandemia e o desinteresse do eleitor neste momento dificultam a busca por votos. Alguns estão adiando os eventos de campanha para o início do mês de novembro na tentativa de captar o interesse maior na eleição.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Após troca de farpas entre Camilo e Capitão Wagner, Eduardo Girão critica governador

“O Ceará detém o vergonhoso título de campeão de mortes violentas. O governador diz que o aumento de assassinatos não é responsabilidade dele. Em quem ele vai colocar a culpa por sermos também o campeão mundial de mortes por milhão da Covid-19?”

Senador Eduardo Girão (Podemos), no Twitter, nesta terça-feira, criticando o governador Camilo Santana (PT) após o gestor trocar farpas com Capitão Wagner (Pros).

Senador Eduardo Gião
Foto: Pedro França/Agência Senado