-  

Novo prefeito, Vitor Valim planeja reforma administrativa para reduzir secretarias em Caucaia

O prefeito de Caucaia, Vitor Valim (Pros), planeja fazer uma reforma administrativa no município para reduzir os custos da máquina pública. A medida deve impactar na redução de secretarias. Esporte e Cultura, por exemplo, devem ser uma só. Meio Ambiente, Urbanismo e Habitação também devem compor uma única pasta.  Até agora, apenas 11 secretário foram nomeados.

  -  

“Sou prefeito de 100% dos cidadãos caucaienses”, afirma Vitor Valim durante a posse em Caucaia

Em solenidade virtual, Vitor Valim (Pros) tomou posse como prefeito de Caucaia. Ele destacou que “a eleição já passou” e que será “prefeito de 100% dos cidadãos caucaienses“. “O prefeito está para cuidar de toda a população”, ressaltou. Ele falou ainda da importância da parceria com o legislativo municipal para garantir melhorias na cidade.

  -  

Camilo promete diálogo com todos os prefeitos, inclusive os de oposição

“A eleição passou, vamos procurar dialogar com todos os prefeitos eleitos, inclusive os de oposição. O que está em jogo é a população. O prefeito (eleito) de Caucaia já ligou. Sempre estarei aberto a construir as relações institucionais”

Governador Camilo Santana sobre vitória da oposição em cidades importantes como Caucaia, Maracanaú e Juazeiro do Norte.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Vitor Valim, eleito prefeito de Caucaia, pede renúncia ao mandato de deputado na Assembleia

O deputado estadual Vitor Valim (Pros), eleito prefeito de Caucaia, pediu renúncia ao mandato. O requerimento vai ser lido na sessão desta quinta (17) na Assembleia Legislativa. A partir de sexta (18), ele já não estará mais nos quadros da AL. Com a saída, o suplente do partido, Toni Brito (Pros), assume no lugar de Valim como deputado efetivo.

Foto: José Leomar
  -  

Emília Pessoa e Natécia Campos vão comandar as secretarias de Educação e Ação Social em Caucaia

O prefeito eleito de Caucaia Vitor Valim (Pros) já está montando a equipe para a nova gestão. A vereadora Emília Pessoa (PSDB), que foi candidata à Prefeitura de Caucaia no primeiro turno, vai ser a secretária de Educação. A ex-vereadora Natécia Campos (PP), que concorreu à vice-prefeita na chapa de Elmano de Freitas, vai ser secretária de Ação Social.

  -  

‘De 23 vereadores, você ter 20 na base aliada, vai ser muito mais fácil de administrar’, diz Naumi sobre eventual 2º mandato

“A gente elegeu 18 vereadores e, agora, já vieram dois, que (também) foram eleitos, para o nosso lado. (…) Com certeza, de 23 vereadores, você ter 20 (na base aliada), vai ser muito mais fácil de administrar esse segundo mandato se o povo de Caucaia me permitir”.

Naumi Amorim, candidato à reeleição em Caucaia, ao ser perguntado no PontoPoder Eleições sobre como pretende dialogar com a Câmara Municipal caso seja reconduzido ao cargo de prefeito.

Foto: Kid Júnior
  -  

Naumi defende retomada responsável das aulas presenciais na rede pública de Caucaia no início de 2021

Em entrevista ao PontoPoder Eleições, o candidato do PSD à Prefeitura de Caucaia, Naumi Amorim, defendeu que, se for reeleito, a retomada responsável das aulas presenciais no município ocorra no início de 2021. Segundo ele, com o cumprimento das normas sanitárias recomendadas pelas autoridades de saúde, é possível garantir a segurança de alunos e professores.

Foto: Kid Júnior
  -  

Artistas de Baturité protestam contra fusão da Secretaria da Cultura com Turismo e Lazer

Dez artistas do municípios de Baturité protestaram na noite de ontem (18) durante a votação que aprovou a união da Secretaria da Cultura com a de Esporte e Lazer. “Pedimos para falar na tribuna, mas não permitiram. Convidaram para a próxima semana, mas aí não adianta mais, já foi aprovado”, lamentou o professor Wesley Monteiro. A PM encerrou a manifestação.

Foto: Reprodução
  -  

Reforma administrativa será primeira proposta enviada por Roberto Pessoa à Câmara de Maracanaú

A primeira proposta que o prefeito Roberto Pessoa (PSDB) irá enviar para a Câmara Municipal de Maracanaú será uma reforma administrativa. A intenção é extinguir cargos e modificar status de alguns órgãos. Ele pretende criar quatro pastas: da Família, da Agricultura Familiar e Povos Indígenas, da Diversidade e da Ação Social. Elas serão vinculadas à Secretaria de Governo.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Prefeito de Iguatu é empossado e anuncia reforma administrativa

O prefeito reeleito de Iguatu, Ednaldo Lavor (PSD), e o vice, Franklin Bezerra, foram empossados, nesta sexta (1º), em solenidade restrita aos vereadores e servidores na Câmara Municipal. Ednaldo anunciou o envio de projeto de reforma administrativa neste mês para o Legislativo, e a ida ao Instituto Butantan para aquisição da vacina Coronavac.

Foto: Honório Barbosa
  -  

Deputado Toni Brito é empossado após renúncia de Vitor Valim para assumir a Prefeitura de Caucaia

O policial civil Toni Brito (Pros), até então suplente, assumiu vaga de deputado de forma definitiva  na Assembleia Legislativa. Nesta segunda-feira (22), ele tomou posse no lugar do deputado Vitor Valim (Pros), que renunciou para ocupara vaga de prefeito de Caucaia.

  -  

Prefeito eleito de Caucaia, Vitor Valim assina convênio com Instituto Butantan para receber vacina

O prefeito eleito de Caucaia, Vitor Valim (Pros),  visitou nesta segunda-feira (21) o Instituto Butantan, em São Paulo, onde assinou o convênio para que Caucaia receba a vacina assim que aprovada pela Anvisa. “As questões política e ideológicas ficam em segundo plano”, disse. Vitor Valim também se reuniu com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

  -  

Não faço parte do bloco de oposição ao governo, garante Vitor Valim

O prefeito eleito de Caucaia, Vitor Valim (Pros), garante que não faz parte do bloco de oposição ao Governo do Estado. Valim prefere se manter na neutralidade, e diz que a prioridade é a gestão. “Também não sou da base aliada”, frisa. Vitor fez uma ligação institucional ao governador após as eleições. “Foi uma conversa tranquila”, assegurou.

Foto: José Leomar
  -  

“Somos a instituição mais transparente”, diz presidente do Tribunal de Justiça do Ceará

De saída da presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o desembargador Washington Araújo fez uma avaliação das mudanças que promoveu na instituição. “No passado, fomos tidos como uma instituição hermética. Eu hoje digo que somos a mais transparente de todos os poderes”, ressaltou.

Foto: José Leomar
  -  

Jurista cearense será presidente de honra da Academia Brasileira de Direito

O advogado cearense Roberto Victor Ribeiro será consagrado como presidente de honra vitalício da Academia Brasileira de Direito (ABD). Ele é professor universitário e atualmente presidente-executivo da ABD. Com o encerramento do seu mandato na entidade, em março, ele passará a presidência-executiva ao advogado André Malcher Meira, do Pará, e receberá o novo título.

  -  

Em balanço, presidente do TJCE destaca julgamento de mais de 100 mil processos do acervo em 2020

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, Washington Araújo, fez na manhã desta sexta-feira (22) um balanço do biênio em que comandou a instituição. Ao todo, neste período, foram julgados 945,6 mil processos. Em 2020, o Judiciário cearense reduziu em 112 mil as ações acumuladas no acervo processual.

Foto: José Leomar
  -  

Presidente da OAB-CE coloca sede da entidade à disposição para ser usada como local de vacinação

Em reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19, o presidente da Ordem dos Advogados secção Ceará (OAB-CE), Erinaldo Dantas, colocou a sede da instituição em Fortaleza à disposição para ser utilizada como local da vacinação contra a doença. Outras instituições também têm oferecido equipamentos para a campanha de imunização, como o Ceará Sporting Club.

Foto: Divulgação
  -  

Em retorno de julgamentos, TRE analisa recurso de prefeito de Viçosa do Ceará; definição continua em aberto

O TRE-CE retomou as sessões de julgamento hoje (21). Um dos casos foi o recurso do prefeito de Viçosa do Ceará, Zé Firmino (MDB). O relator do caso, Inácio de Alencar Cortez Neto, manteve a sentença, mas votou por trocar a acusação de abuso de poder político para conduta vedada. O julgamento não foi encerrado, porque o juiz Eduardo Scorsafava pediu vistas.

  -  

Secretário Mauro Filho testa positivo para Covid-19: ‘estou clinicamente bem’

Deputado federal licenciado e atual titular da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), Mauro Filho (PDT) foi diagnosticado com Covid-19. Ele usou as redes sociais para informar que cancelou toda a agenda pública. “Estou clinicamente bem, apenas com alguns sintomas gripais“, disse.

Foto: José Leomar
  -  

Prefeito de Paracuru testa positivo para Covid-19

O prefeito de Paracuru, Wembley Beim (PDT), informou, por meio de suas redes sociais, que testou positivo para a Covid-19. Ele acrescentou, ainda, que antes mesmo de sair o resultado do teste, já estava trabalhando de casa, desde os surgimentos de sintomas gripais.

Foto: Reprodução
  -  

Cearenses de oposição fazem coro a cobranças de líderes da Câmara ao Governo Bolsonaro

Lideranças cearenses de bancadas na Câmara dos Deputados e líderes partidários traçaram prioridades, em reunião na quarta-feira (20), para cobrar o Governo Federal. “Vacina para todos, renda emergencial e imediata abertura do impeachment de Bolsonaro” são alguns pontos, aponta nota publicada pelo grupo, que inclui José Guimarães (PT) e André Figueiredo (PDT).

  -  

Com chapa única, prefeito de Chorozinho deve assumir presidência da Aprece

Apoiado pelo grupo governista no Estado, o prefeito de Chorozinho, Dr, Júnior (PDT), deve assumir a presidência da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) pelo próximos dois anos. Ele conseguiu aglutinar apoios de outros gestores filiados para formar chapa única e consensual. A eleição está marcada para o próximo dia 26 de janeiro.

Foto: Reprodução
  -  

Vice-prefeita do Eusébio, Lucinha Feitosa renuncia antes de completar um mês no cargo

Menos de um mês após tomar posse como vice-prefeita de Eusébio, Lucinha Feitosa renunciou ao cargo. Ela publicou nesta quarta-feira (20) uma carta de renúncia enviada à Câmara Municipal. Entre os motivos elencados no documento, estão mecanismos que “impedem as pessoas politicamente expostas e seus familiares de fazer negócios com muitas empresas”.

Foto: Reprodução