-  

Nova Plataforma deve ter impacto de 36% no custeio da Saúde, mas Dr. Cabeto ainda não está satisfeito

Embora a Plataforma da Saúde traga boas projeções financeiras, Dr. Cabeto traça como desafios para 2020 pressionar o Governo Federal por repasses e ampliar a metodologia de financiamento. “Nos últimos quatro anos, o Ceará saiu de um gasto per capita de R$ 600 para R$1.100. É muito? Não, é pouco”, afirmou o secretário após reunião com Camilo.

Foto: Helene Santos
  -  

Dr. Cabeto apresenta a deputados novo plano para HGF e rede pediátrica do Estado

O secretário Dr. Cabeto apresentou hoje (11) na Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa detalhes sobre a transição dos serviços pediátricos do HGF para unidades como o Albert Sabin, o Sopai, o Centro de Saúde Escola, que serão ampliados, e o novo Hospital Universitário, que deve estar pronto até o fim de 2021. A ideia é descentralizar o atendimento e ampliar serviços de complexidade no HGF.

  -  

Secretário da Saúde se reúne com gestores do Cariri em Juazeiro do Norte

O secretário da Saúde, Dr. Cabeto, estará na segunda (29) em Juazeiro do Norte com técnicos da área e prefeitos da macrorregião do Cariri para tratar das questões de combate à Covid-19 na região. A informações é do prefeito de Juazeiro, Arnon Bezerra (PTB), que participou ontem de videoconferência com o secretário e o presidente da Aprece, Nilson Diniz.

Foto: Reprodução
  -  

Cabeto lembra conflito entre economia e saúde no início da pandemia, mas ressalta esforço do Governo

“Houve no início um grande debate entre a área econômica e a da saúde, foi muito conflituoso, mas o Governo acertadamente estabeleceu uma pauta de discussão relacionada à priorização da saúde e os aspectos de implicação à vida na Capital e no interior e isso acabou preponderando”

Disse o secretário da Saúde, Dr. Cabeto, no Seminário de Gestores Públicos.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Política de renúncia fiscal do Governo do Ceará é questionada pelo TCE

“Não há, ainda, como atestar os planos e objetivos da política de renúncia fiscal do Estado”

Disse o relator das contas do Governo, Edilberto Pontes. O conselheiro Rholden Queiroz também frisou que “o valor renunciado deixa de ser investido” sob risco de prejudicar o investimento em garantias fundamentais, por isso a renúncia tem de ser “observada com atenção” .

  -  

Governo continuará avaliando o avanço da retomada de atividades, diz Camilo Santana

O governador Camilo Santana reforçou os cuidados necessários na primeira fase da retomada de atividades, liberada apenas em Fortaleza. Segundo ele, é necessário respeitar os protocolos sanitários. O Governo irá avaliar a situação diariamente para definir sobre o avanço de fases na flexibilização.

Foto: José Leomar
  -  

Servidores estaduais terão desconto de empréstimos consignados suspensos por três meses

O Bradesco atendeu solicitação do Estado do Ceará sobre os empréstimos consignados e vai permitir aos servidores a suspensão do desconto em folha de pagamento por um período de três meses, além da ampliação do prazo máximo de empréstimos de 72 para 96 meses. O benefício fica a critério do servidor. Ainda serão anunciados os formatos de adesão à medida.

Foto: Agência Brasil
  -  

Governador sanciona leis que modificam gestão da Saúde no Ceará

Camilo Santana (PT) assinou, hoje (30), no Palácio da Abolição, as leis que criam as cinco regionais de Saúde no Estado e definem a nova estrutura organizacional da Secretaria da Saúde. A ideia, pensada pelo secretário Dr. Cabeto, é criar um novo modelo de gestão pública na Saúde. Deputados estaduais acompanharam o evento.

Foto: Reprodução/Facebook
  -  

Deputados já apresentaram 16 emendas ao projeto de reestruturação da Saúde

Os deputados estaduais protocolaram até agora 16 emendas – sugestões de mudanças – a um dos dois projetos de lei que regulamentam a Plataforma de Modernização da Saúde, em tramitação na Assembleia Legislativa. O complexo projeto, patrocinado pelo secretário de saúde Dr. Cabeto, é alvo de questionamentos dos parlamentares, que querem dar a sua “cara”.

Foto: José Leomar
  -  

Tasso Jereissati propõe criação de benefício infantil com foco na primeira infância

O sen. Tasso Jereissati (PSDB) apresentou uma PEC que prevê a criação do Benefício Universal Infantil – um programa para atender famílias com crianças de até 14 anos -, mais especificamente aquelas com idade de zero a seis anos. O texto permite a integração parcial ou total com outros programas e teria verba oriunda da revisão de benefícios fiscais.

Foto: Agência Senado
  -  

Heitor Freire defende auxílio de R$ 600 para população mais vulnerável, o Renda Fortaleza

Em visita à comunidade do Dendê, no bairro Edson Queiroz, nesta quinta-feira (1), Heitor Freire (PSL) criticou a falta de investimentos para diminuição da desigualdade e afirmou que pretende implementar o Renda Fortaleza,  um auxílio mensal de R$ 600 reais para a população mais vulnerável. Segundo o candidato, o objetivo é fazer o dinheiro circular nos bairros.

Foto: Zé Rosa
  -  

Única candidatura coletiva em Fortaleza, “Nossa Cara” tem pedido de impugnação do registro feito pelo MPE

O Ministério Público Eleitoral pediu a impugnação do registro da única candidatura coletiva em Fortaleza, intitulada “Nossa Cara” e formada por três mulheres. Segundo a ação, a candidatura “induziria o eleitor ao erro” já que não há embasamento jurídico para o modelo de candidatura. Em 2018, duas candidaturas coletivas conquistaram cargo eletivo.

  -  

Célio Studart critica investimentos em saúde da primeira infância na Capital

O candidato do PV, Célio Studart, criticou a falta de investimentos em saúde pública para a primeira infância na Capital. “As prioridades têm que ser alteradas e faremos isso na nossa gestão”, declarou o político durante visita ao Incor Criança.

Foto: Divulgação
  -  

Célio Studart visita Incor Criança e promete apoio em construção de hospital

Candidato a prefeito de Fortaleza, Célio Studart (PV) se comprometeu em ajudar o Instituto do Coração da Criança e do Adolescente (Incor Criança) na construção de hospital com leitos infantis de alta complexidade, caso seja eleitor prefeito da Capital. A instituição, sem fins lucrativos, opera por meio de doações, repasses e financiamento público.

Foto: Divulgação
  -  

“Os deputados tem estado presentes na plataforma virtual. Não há prejuízo”, diz Sarto sobre esvaziamento de sessões

Apesar do esvaziamento visto nas últimas sessões da Assembleia, o presidente da Casa, Sarto Nogueira (PDT), disse que não há prejuízo aos trabalhos por causa do modelo híbrido de participação: “Tem tanto gente no gabinete, como em casa. Os deputados tem estado presentes na plataforma virtual, nas discussões nas comissões e nas sessões”

  -  

Assembleia aprova aumento de repasse do ICMS para prefeituras que atingirem metas na Saúde

Os deputados estaduais aprovaram, nesta quinta (1º), projeto de lei do Governo do Estado que aumenta de 5% para 15% o repasse do ICMS para as prefeituras que melhorarem os índices da Saúde. O montante a ser distribuído aos municípios cearenses deve subir de R$175 milhões para R$525 milhões. Os critérios de repasse ainda serão definidos pelo Estado.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Candidata à Prefeitura de Tauá, Patrícia Aguiar se licencia da Assembleia

A Assembleia aprovou, nesta quinta (1º), a licença da deputada Patrícia Aguiar (PSD) por 45 dias, para “tratar assuntos particulares”. Por ser um tempo curto, nenhum suplente assume a vaga dela. Patrícia é candidata à Prefeitura de Tauá e vai se concentrar na campanha. Também se licenciaram Vitor Valim (Pros) e Júlio César Filho (Cidadania).

Foto: José Leomar
  -  

Com elogios à vice, Capitão Wagner avalia primeiros dias de campanha

Acompanhado da vice, Kamila Cardoso, e do deputado Delegado Cavalcante, o candidato à Prefeitura Capitão Wagner fez um balanço dos primeiros dias de campanha. “Comparando com 2016, a recepção tem sido mais positiva. Tínhamos rejeição na Regional 2, por exemplo, mas hoje a população nos conhece melhor. A Kamila tem agregado muito nisso”, disse.

Foto: José Leomar
  -  

Em visita ao Buraco da Gia, Capitão Wagner critica Lei dos Alvarás

Candidato do Pros à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner visitou o Buraco da Gia, no Centro. Ele criticou medidas adotadas pela atual gestão municipal que, segundo ele, “burocratizaram” o setor comercial. “Tanto é que grandes pontos comerciais perderam sua pujança, como a Monsenhor Tabosa e a Bezerra de Menezes”, disse. Ele também prometeu revogar a Lei de Alvarás.

Foto: José Leomar