-  

Meia hora antes da abertura dos portões, eleitores fazem fila no maior colégio eleitoral de Caucaia

Na escola Economista Rubens Vaz da Costa, maior colégio eleitoral de Caucaia, eleitores já chegavam à votação meia hora antes da abertura dos portões. A primeira foi Salete Rocha, 69 anos. Apesar da preocupação com a Covid-19, ela não teve dúvidas de iria votar neste dia 15. “Quando chegar em casa, tomo banho de novo e vou fazer minhas coisas”, ensina.

 

Foto: Kilvia Muniz
  -  

PontoPoder Cafezinho: podcast debate resultados, bastidores e desafios dos prefeitos eleitos em Fortaleza e Caucaia

O podcast PontoPoder Cafezinho discute o resultado das urnas em Fortaleza e Caucaia, assim como os desafios postos aos futuros gestores. Os jornalistas Márcio Dornelles, William Santos, Wagner Mendes e Igor Cavalcante trazem os bastidores e curiosidades da eleição.

  -  

Caucaia é a segunda cidade brasileira com menor índice de abstenção no 2° turno

O município de Caucaia está entre as três cidades com os menores índices de abstenção do país no segundo turno, com 18,6%. No ranking estão Vitória da Conquista (BA), com 18,1%, Caucaia (CE) e Feira de Santana (BA), com 18,8%. O município da Região Metropolitana de Fortaleza elegeu Vitor Valim (Pros) como prefeito pelos próximos 4 anos,  com 51,08% dos votos.

Foto: Agência Brasil
  -  

“O nosso foco será a educação”, destacou Valim após ser eleito prefeito de Caucaia

Vitor Valim (Pros) afirmou que o foco da gestão será a educação. “Não podemos admitir que dos 184 municípios do Estado, nós estejamos em último lugar”, destacou o prefeito eleito em Caucaia. Ele também disse que a vitória apertada sobre o atual prefeito não foi surpresa. “A população já tinha demonstrado que não concorda com a maneira que vinha sendo administrada a nossa cidade”, disse.

Foto: Kid Junior
  -  

Após eleição, Capitão Wagner deve retornar ao mandato na Câmara dos Deputados na quarta (2)

Sem vitória na disputa pela Prefeitura de Fortaleza,  Capitão Wagner (Pros) voltará ao mandato de deputado federal na próxima quarta-feira (2). Ele tirou licença por 120 dias no início de agosto para se dedicar à campanha. Com o prazo da licença chegando ao fim, o parlamentar retorna ao mandato e o médico Agripino Magalhães (Pros) volta à suplência.

Foto: Helene Santos
  -  

Treinamento de mesários deve permanecer virtual em 2022, projeta TRE-CE

O treinamento virtual de mesários, auxiliares e demais colaboradores que trabalham durante as eleições deve permanecer na modalidade remota em 2022. Em coletiva na manhã desta terça-feira (1°), a coordenadora de Eleições do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), Edna Saboia, afirmou que a medida gerou redução dos custos para a Justiça Eleitoral.

  -  

Comissão de Transição de Governo da Prefeitura de Fortaleza é criada nesta segunda (30)

Foi criada, nesta segunda-feira (30), a Comissão de Transição de Governo da Prefeitura de Fortaleza, para dar início à transferência da gestão de Roberto Cláudio (PDT) para a administração do prefeito eleito Sarto Nogueira (PDT), que toma posse em 1º de janeiro de 2021. A medida foi publicada no Diário Oficial do Município um dia após o resultado do 2º turno na Capital.

Foto: José Leomar
  -  

A partir desta terça (10), prisão de eleitores só é autorizada em casos previstos pelo Código Eleitoral

A partir desta terça-feira (10), até o dia 17, eleitores só podem ser presos em três situações, de acordo com o Código Eleitoral: detenção nos casos de flagrante delito, sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou por desrespeito a salvo-conduto. O preso nesse período deve ser levado a um juiz para análise do caso e possível punição.

Foto: Reprodução/AFP
  -  

Roberto Cláudio propõe prorrogação de prazo para implementação de 12 Regionais na Capital

Os vereadores de Fortaleza devem começar nesta quarta-feira (2) a apreciar projeto de lei do prefeito Roberto Cláudio (PDT) que propõe a prorrogação do prazo da implementação das 12 regionais na Capital por mais seis meses. Fortaleza tinha 12 meses para fazer a mudança – prazo que encerrava em dezembro deste ano. Vereadores também devem votar o novo Regimento Interno do Legislativo.

Foto: Camila Lima
  -  

Justiça Eleitoral indefere registro de candidatura de prefeita eleita em Barreira; cabe recurso

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) decidiu, nesta terça-feira (2), por unanimidade, indeferir o registro de candidatura da prefeita eleita em Barreira, Dra. Auxiliadora Fechine (PSD), por contas desaprovadas da gestão pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ela foi secretária do município em gestões anteriores. Ainda cabe recurso.

  -  

Vereadores eleitos ligados a Capitão Wagner se reúnem na noite desta terça (1º) para discutir espaços na Câmara Municipal

Os vereadores eleitos ligados a Capitão Wagner devem se reunir nesta terça (1°) para discutir quais espaços querem ocupar na Câmara Municipal. Reeleito pelo Pros, Márcio Martins pretende propor aos colegas que a oposição lance candidatura à presidência da Casa. A definição, contudo, deve ocorrer apenas após o encontro dos 12 parlamentares eleitos.

Foto: Helene Santos
  -  

Emília Pessoa e Natécia Campos vão comandar as secretarias de Educação e Ação Social em Caucaia

O prefeito eleito de Caucaia Vitor Valim (Pros) já está montando a equipe para a nova gestão. A vereadora Emília Pessoa (PSDB), que foi candidata à Prefeitura de Caucaia no primeiro turno, vai ser a secretária de Educação. A ex-vereadora Natécia Campos (PP), que concorreu à vice-prefeita na chapa de Elmano de Freitas, vai ser secretária de Ação Social.

  -  

Danilo Forte assume vaga deixada por Roberto Pessoa na Câmara dos Deputados

Após a eleição, apenas um nome da bancada cearense em Brasília será substituído. Roberto Pessoa (PSDB), eleito para ocupar o cargo de prefeito de Maracanaú, deixará a vaga para Danilo Forte (PSDB). Dos 22 deputados cearenses, pelo menos seis estiveram ligados diretamente a alguma campanha política, seja a própria ou de parentes.

  -  

Bancada do PDT fecha apoio a Antônio Henrique para presidente da Câmara após reunião com Sarto

A bancada eleita pelo PDT fechou apoio, na manhã desta terça-feira 1º, ao nome do atual presidente, vereador Antônio Henrique, para seguir no cargo de presidente da Câmara por mais dois anos. Pesa em favor do mandatário a relação próxima com o prefeito eleito, Sarto Nogueira, que se reuniu com os correligionários nesta manhã.

Foto: Reprodução
  -  

Toni Brito assume cadeira de deputado na Assembleia no lugar de Vitor Valim, eleito prefeito

O suplente de deputado estadual Toni Brito (Pros) vai retornar às atividades na Assembleia Legislativa do Ceará, em 2021, desta vez, como deputado estadual efetivo. Ele vai assumir o lugar do deputado estadual Vitor Valim (Pros), que foi eleito prefeito de Caucaia neste ano.

Foto: José Leomar
  -  

Davi de Raimundão vai assumir cadeira de deputado estadual após Patrícia Aguiar ser eleita prefeita

Com a eleição da deputada estadual Patrícia Aguiar (PSD) prefeita de Tauá, o primeiro suplente da coligação, Davi de Raimundão (MDB), vai ser efetivado na Assembleia Legislativa. Ele já exerceu a suplência nesta legislatura, quando deputados do MDB se licenciaram das atividades. Davi, inclusive, concorreu à vice-prefeitura de Juazeiro do Norte neste ano.

Foto: José Leomar
  -  

Mais de 264 mil títulos de eleitores no Ceará voltam a ser cancelados após a eleição

Passado o segundo turno, 264 mil eleitores cearense têm o título cancelado por não terem feito a biometria. Para o pleito deste ano, devido à pandemia, o documento foi validado momentaneamente. Agora, os eleitores precisarão buscar a Justiça Eleitoral para regularizar a situação. A partir do dia 9 de dezembro, isso poderá ser feito de forma virtual.

  -  

Gordim Araújo vai assumir lugar de deputado Bruno Gonçalves na Assembleia, eleito prefeito de Aquiraz

Com a eleição do deputado estadual Bruno Gonçalves (PL) para a Prefeitura de Aquiraz, o primeiro suplente do partido, Gordim Araújo, vai assumir o lugar do colega na Assembleia Legislativa. Araújo já tinha exercido a suplência no ano passado, quando Gonçalves se licenciou do mandato.

Foto: Helene Santos