-  

Governadores enviam carta à ONU e à OMS e fazem apelo por ajuda humanitária

Todos os governadores brasileiros assinaram uma carta destinada à ONU e à OMS em que “clamam” por ajuda humanitária para que os brasileiros tenham acesso a mais vacinas. Os gestores fazem apelo também por mediação de organismos internacionais junto a países como Estados Unidos e China para a aquisição de vacinas e insumos, como oxigênio e medicamentos.

Foto: Divulgação
  -  

Em reunião com Pacheco, governadores cobram participação em Comitê Nacional da Covid-19

Na reunião de hoje (26) entre governadores e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM/MG), os gestores cobraram participação no Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia, formado pelos presidentes da República, do Senado, da Câmara e do CNJ. Outras demandas foram mais agilidade nas vacinação e auxílio emergencial de R$ 600.

Foto: Fábio Pozzembom / Agência Brasil
  -  

Governadores pedem aos presidentes do Congresso auxílio emergencial de R$ 600

Uma carta assinada por 16 governadores breasileiros, entre eles Camilo Santana, do Ceará, solicita ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), em que solicitam a renovação do auxílio emergencial com o valor de R$ 600. O governo federal e o presidente Bolsonaro divulgaram valores em cerca de R$ 250.

  -  

Após ‘pacto nacional’, Camilo se reúne com Pazuello e outros governadores para discutir combate à pandemia

O governador Camilo Santana (PT) participa, neste momento, de reunião de chefes de executivos estaduais com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e representantes da Fiocruz. Na pauta, ações de combate à pandemia, incluindo agilizar a vacinação da população. Alguns governadores, como Wellington Dias (PI), estão no Rio de Janeiro para a reunião. Camilo participa virtualmente.

  -  

Covid-19: Roberto Cláudio discute cooperação internacional em ‘live’ com o diretor-geral da OMS e outras lideranças

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) participou, na tarde desta quinta (7), de uma “live” promovida pelo Instituto Brasil África sobre cooperação internacional em meio à pandemia de Covid-19. Ele discutiu ações com o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, e outras lideranças. O debate é moderado pelo professor João Bosco Monte, presidente do Instituto Brasil África.

  -  

Prefeito de Fortaleza recebe segunda dose da vacina contra Covid-19 em mutirão

O prefeito José Sarto (PDT) recebeu hoje a 2a dose da vacina contra a Covid-19 no mutirão realizado pela Prefeitura no Centro de Eventos. Segundo ele, mais de 26 mil pessoas receberam a 2a dose só neste domingo (16). Outros políticos, como o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o deputado federal Leônidas Cristino (PDT), também foram imunizados com a 2a dose hoje.

Foto: Divulgação
  -  

Ceará recebe doses extras de CoronaVac após decisão da Justiça Federal

O Governo do Ceará recebeu, neste sábado (15), 25.020 doses extras de CoronaVac determinadas pela Justiça Federal, em ação movida pelo Estado em parceria com MPE, MPF, MPT, Defensoria Pública do Estado (DPE) e da União (DPU). “As vacinas serão utilizadas para concluir a aplicação em atraso da segunda dose dos cearenses”, disse Camilo Santana (PT).

  -  

Prefeitura de Limoeiro do Norte lança nota de repúdio contra a vice-prefeita

A Prefeitura de Limoeiro do Norte repudiou suposta “distorção de fatos” feita pela vice-prefeita Dilmara Amaral (PDT), alegando que precisou realocar a Vice-Prefeitura para a Secretaria da Educação. No prédio desocupado, passou a funcionar a Procuradoria do Município, órgão que exigia espaço acessível à população. Ainda segundo a nota, Dilmara Amaral rejeitou a mudança.

  -  

Juiz determina cassação do prefeito e vice de Barro por abuso de poder político-econômico e aglomerações

O juiz da 92ª Zona Eleitoral, Luzinaldo Alves Alexandre, cassou os diplomas do prefeito de Barro Dr. Marquinélio (PSD) e do vice Vanderval (PSD) por abuso de poder político-econômico nas eleições de 2020. O prefeito teria utilizado a máquina pública para fazer contratações ilegais. Eles também foram condenados por provocar aglomerações. Ainda cabe recurso.

  -  

“Só tem sentido a candidatura com desprendimento”, diz Tasso sobre campanha presidencial

Questionado se seria candidato à presidência em 2022, Tasso Jereissati (PSDB) reforçou que a legenda estuda a possibilidade. “Meu nome foi colocado como um articulador em função da vivência de ter um relacionamento com vários políticos. Só tem sentido a candidatura com desprendimento e visão do que é melhor para o país”, disse à TV Assembleia.

  -  

Defendendo independência, Eduardo Girão nega blindagem a Bolsonaro na CPI da Covid

Em entrevista à TV Assembleia, nesta segunda (17), o senador Eduardo Girão (Podemos) negou blindagem a Bolsonaro na CPI da Covid. Eles concordam sobre tratamento precoce, mas Girão diz ser “independente” e contra aglomerações. “Mas temos que ser justos, né? Todos os depoimentos (na CPI) evidenciam que não houve corrupção. Erro tem em qualquer governo”.

Foto: Reprodução/TV Assembleia
  -  

“Honrou tradição política do também inesquecível Mário Covas”, diz Tasso sobre morte de Bruno Covas

O sen. Tasso Jereissati (PSDB), em homenagem ao prefeito Bruno Covas, que morreu hoje (16), disse que o tucano “nos deixa exemplo de dignidade e coragem. Perdemos um grande gestor e homem público que honrou a tradição política do também inesquecível Mário Covas, com um legado de realizações e conquistas”. Bruno é neto do ex-governador Mário Covas.

Foto: Reprodução/Instagram Tasso Jereissati
  -  

Bruno Covas deixa “exemplo de inegável abnegação”, diz prefeito de Fortaleza, José Sarto

O prefeito José Sarto (PDT) também usou as redes sociais para homenagear o prefeito Bruno Covas, que morreu neste domingo (16): “Lutou com força, dignidade e transparência. Demonstrou espírito público trabalhando pela população paulistana enquanto a saúde permitiu. Deixa como legado os serviços prestados à São Paulo e o exemplo de inegável abnegação”.

Foto: Agência Brasil
  -  

Camilo Santana lamenta morte do prefeito Bruno Covas: “incansável no combate à pandemia”

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), lamentou, pelas redes sociais, a morte do prefeito interino de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), vítima de um câncer, neste domingo (16). “Mesmo sofrendo com a doença, ele foi um lutador incansável no combate à pandemia da Covid. Meus sentimentos aos familiares, amigos e ao povo paulistano”, escreveu o governador.

  -  

Justiça Eleitoral marca novas eleições para prefeito em Martinópole para agosto de 2021

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) marcou, nesta sexta-feira (14), a data para eleição suplementar em Martinópole. Os eleitores voltam as urnas no dia 1° de agosto para escolher prefeito e vice. O gestor municipal eleito em 2020, James Bell (PP), foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e teve o registro de candidatura indeferido.

Foto: Agência Brasil
  -  

Ex-chefe de gabinete de Heitor Freire é nomeado superintendente do Ibama no Ceará

A partir desta sexta (14), a Superintendência do Ibama no Ceará passa a ser comandada pelo advogado Luiz César Barbosa Lopes, ex-chefe de gabinete do deputado Heitor Freire (PSL). “É um advogado muito competente, com sólida experiência nas área ambiental e empresarial. Com currículo técnico e preparo para assumir com muita responsabilidade”, comentou Freire.

  -  

TRE cassa chapa de candidatos a vereador em Nova Russas por candidaturas fictícias de mulheres

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) cassou mais uma chapa de candidatos a vereador por fraude à cota de gênero. Desta vez, os suplentes e um vereador eleito pelo PDT em Nova Russas tiveram seus registros e diploma cassados após investigações apontarem que as três candidatas do partido não realizaram atos de campanha nas eleições de 2020.

  -  

Aviprece repudia fechamento de escritório da vice-prefeita na sede da prefeitura de Limoeiro do Norte

A Associação dos Vice-prefeitos do Ceará publicou nota de repúdio à decisão de fechar o gabinete da vice-prefeita. Para a entidade, o prefeito solicitou a sala “de maneira nada cordial, por meio de comunicação informal feita pelo secretário de Finanças” e, antes que pudesse ser desocupada, a fechadura foi trocada. “A vice-prefeita merece o devido respeito”, finaliza a nota.