-  

Força Nacional intensifica fiscalização em Caucaia

O dia de votação no município da Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, foi marcado por muita segurança com a presença da Força Nacional. O bairro Jurema recebeu rotas dos agentes de segurança e teve fiscalizar ostensiva nas seções de votação.

Foto: Alexandre Mota
  -  

Naumi Amorim afirma que irá recorrer da decisão judicial que o tornou inelegível

Condenado pelo TRE-CE por abuso de poder, o ex-prefeito Naumi Amorim (PSD) afirmou que não foi notificado da decisão, mas adiantou que irá recorrer. Em nota, o político disse acreditar que a decisão será revista. Segundo ele, o uso das redes sociais da Prefeitura durante a pré-campanha tinha como o objetivo apresentar ao povo as “melhorias no município”.

Foto: Helene Santos
  -  

Naumi Amorim é condenado por abuso de poder político e fica inelegível por oito anos

O ex-prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PSD) foi condenado pelo TRE-CE por abuso de poder. Conforme o Ministério Público Eleitoral, o político usou as redes sociais da Prefeitura para promoção pessoal na pré-campanha. Com a condenação, ele fica impedido de disputar eleição por 8 anos. Naumi foi procurado, através da assessoria, mas ainda não se pronunciou.

  -  

Apoiadores de Bolsonaro fazem novas aglomerações à espera do presidente em Caucaia

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro fazem nova aglomeração durante visita do presidente no Ceará, dessa vez em Caucaia. Uma fila se forma à espera do presidente por volta das 15h40. A maioria das pessoas não usa máscara. Bolsonaro assinará ordem de serviço no município. Equipes da Polícia Rodoviária Federal estão no local.

  -  

Pai e filho se elegem prefeitos de Eusébio e Aquiraz, cidades vizinhas

Duas cidades vizinhas e da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) terão gestões de pai e filho. Dr. Acilon Gonçalves (PL) foi eleito prefeito do Eusébio com 67,30% dos votos válidos. O filho Dr. Bruno Gonçalves (PL) venceu na cidade vizinha, Aquiraz, com 53,88%.

Foto: Reprodução Facebook
  -  

Meio milhão de pessoas não votou ou não escolheu candidato em Fortaleza

O número de votos brancos, nulos e abstenções em 2020 superou (e muito) a votação de 2016 no município de Fortaleza. Foram 50.234 votos brancos (3,53%), 92.295 votos nulos (6,48%) e 397.774 abstenções (21,84%), totalizando 540.303 pessoas que não votaram ou não escolheram candidatos na capital cearense (31,85%). Valor acima dos 26,62% em 2016.

 

Foto: Agência Brasil
  -  

51,80% das urnas apuradas: Sarto lidera em Fortaleza; contagem indica segundo turno, na Capital

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apurou 51,80% das urnas eletrônicas, em Fortaleza. Com esse total, Sarto (PDT) lidera a corrida pela Prefeitura da Capital, com 35,80% dos votos. Logo após ele, vem Capitão Wagner (Pros), com 33,08% dos votos. Luizianne Lins (PT) aparece logo em seguida, com 17,81% dos votos. Essa contagem preliminar indica que haverá disputa no segundo turno.

QUEM VENCE POR ZONA ELEITORAL?
Em disputa: 17 zonas eleitorais em Fortaleza
Fonte: TSE

PLACAR
José Sarto (11 zonas) x Capitão Wágner (6 zonas); acompanhe voto a voto

Foto: Shutterstock
  -  

Justiça Eleitoral cassa mandatos do prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra, e do vice, Giovanni Sampaio

A 28ª Zona Eleitoral de Juazeiro do Norte cassou os diplomas do prefeito, Glêdson Bezerra (Podemos), e do vice, Giovanni Sampaio (PSD), por abuso de poder econômico durante o pleito de 2020. A decisão do juiz Giacumuzaccara Leite Campos também torna ambos inelegíveis por oito anos, assim como Gilmar Bender, terceiro réu da ação de impugnação. Ainda cabe recurso.

  -  

Após recurso, Justiça Eleitoral defere candidatura do ex-vereador de Fortaleza Dr. Porto

A candidatura do ex-vereador Dr. Porto (PDT) foi deferida na quinta-feira (7) após recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele recebeu 5.093 votos, mas, como teve a candidatura indeferida antes do 1º turno, apenas agora os votos serão totalizados pela Justiça Eleitoral. Com o deferimento, Porto passa para a suplência do PDT, maior bancada na Câmara.

Foto: Érika Fonseca
  -  

Prefeito e vice de Viçosa são condenados por aglomeração na campanha; pena também vale para opositores

O prefeito eleito de Viçosa do Ceará, José Firmino (MDB), e seu vice, Dr. Marcelo (MDB), foram condenados na Justiça por provocar aglomerações durante a campanha. A decisão recai também sobre a chapa adversária, encabeçada por Divaldo Soares (PDT). Os dois grupos políticos terão de pagar multa de R$ 250 mil.

  -  

Zezinho cogita trocar PDT pelo Progressistas para eleição de 2022, mas vai conversar com Cid e Ciro

O deputado licenciado da Assembleia, Zezinho Albuquerque, secretário das Cidades, confirmou que cogita sair do PDT para o Progressistas, de olho na eleição de 2022. Nos bastidores, os parlamentares dão como certa a mudança para a sigla comandada pelo filho, o deputado AJ, mas Zezinho é prudente. Diz que vai conversar com Cid e Ciro Gomes, líderes do PDT.

Foto: Helene Santos
  -  

Deputados cearenses aprovam compra e distribuição de cestas básicas pela Assembleia Legislativa

A AL-CE aprovou projeto que autoriza a Casa a adquirir e distribuir cestas básicas a famílias em situação de vulnerabilidade, durante estado de calamidade pública por causa da pandemia. “Permitirá que o Legislativo atue no combate à fome e garanta a segurança alimentar da população que mais precisa”, disse o presidente da AL, Evandro Leitão (PDT).

Foto: Fabiane de Paula
  -  

TRE-CE julga últimos recursos do prefeito de Viçosa do Ceará e confirma cassação do mandato

O imbróglio em torno da candidatura do prefeito de Viçosa do Ceará, José Firmino (MDB), e do vice, Dr. Marcelo (MDB), ganhou novo capítulo. O TRE-CE negou provimento aos embargos de declaração. Assim, esgotam-se os recursos em 2a instância. A cassação deve ser imediata. Firmino, que ainda não se pronunciou, poderá recorrer, fora do cargo, ao TSE.

Foto: Reprodução/Instagram
  -  

TRE-CE cassa prefeito e vice de Itaiçaba por desaprovação de contas

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) cassou, nesta quinta-feira (6), os diplomas do prefeito eleito de Itaiçaba, Frank Gomes (PDT), e de seu vice, Nilsinho (PP). Frank Gomes teve as contas desaprovas pela Câmara Municipal quando foi gestor da cidade. Agora, a Corte entendeu que ele estava inelegível. Ainda cabe recurso.

  -  

Evandro Leitão planeja concurso da Assembleia para segundo semestre de 2021

Com a retomada dos trabalhos presenciais, o presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão (PDT), disse que a intenção é realizar o concurso no 2º semestre deste ano e que vai levar a proposta para discussão na Mesa Diretora. O concurso deveria ter ocorrido em 2020. Mais de 33 mil pessoas se inscreveram para o certame que oferecerá 100 vagas.

  -  

Assembleia Legislativa retoma sessões presenciais com plenário meio esvaziado

A Assembleia Legislativa retomou os trabalhos presenciais, nesta quinta-feira (6). As sessões continuarão híbridas, ou seja, virtuais e remotas. Apesar da volta, não tinham muitos deputados estaduais no plenário. Dos 46, no máximo 15 marcaram presença e se revezaram entre o plenário e os gabinetes. As sessões têm ocorrido uma vez por semana.

  -  

André Fernandes procurou presidente da AL para explicar acusação de nepotismo do MP

O deputado André Fernandes (Republicanos) procurou o presidente da Assembleia, Evandro Leitao (PDT), para explicar suspeita de nepotismo levantada pelo Ministério Público. Segundo Leitão, Fernandes disse que os familiares já tinham sido exonerados. O presidente ofereceu assessoria jurídica da Casa. Fernandes não compareceu à sessão nesta quinta (6).

  -  

Tasso quer Abin na CPI da Pandemia para explicar fala de Bolsonaro sobre “guerra química”

O senador Tasso Jereissati (PSDB) apresentou requerimento à CPI da Pandemia, nesta quinta (5), para que a Agência Brasileira de Inteligência esclareça a fala do presidente Jair Bolsonaro sobre “guerra química”, em relação à pandemia. Para o senador, a menção pode ser  “um boicote, uma injúria e uma calúnia contra o maior fornecedor de vacinas (China)”.

  -  

Eduardo Girão propõe que economia com cota parlamentar seja revertida para saúde e educação

O senador Eduardo Girão (Podemos) apresentou um projeto de lei para que os valores não gastos com a cota parlamentar sejam revertidos para outros fins. “Que outros parlamentares revisem suas ações e o impacto positivo que esse tipo de economia gera para o Brasil. O valor considerável poderia ser aplicado em áreas como Saúde e Educação’’, destacou.

 

  -  

Projeto de Capitão Wagner que cria loterias da Saúde e do Turismo é aprovado na Câmara Federal

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta (5), um projeto de lei dos deputados Capitão Wagner (Pros) e Guilherme Mussi (PP-SP), que cria a Loteria da Saúde, para financiar ações de combate à pandemia de Covid-19, e a Loteria do Turismo, para ajudar o setor. A medida, que vai para o Senado, tem vigor até 31 de dezembro de 2021, se aprovada.