-  

Deputado quer visita às obras do Acquario Ceará; votação do pedido é adiada pela oitava vez

Desde maio, o deputado Renato Roseno (PSOL) tenta votar, no plenário da Assembleia, um pedido de visita dos parlamentares ao canteiro da obra – que está parada – do Acquario Ceará. Já foram oito tentativas de votar o requerimento, mas todas esbarraram na falta de quórum e na negativa da liderança do governo. A ideia tem apoio de alguns governistas.

  -  

AL deve votar projeto que autoriza Estado a reorganizar metas do PPA para Segurança, Saneamento e outras áreas

A Assembleia Legislativa deve votar, nesta quinta-feira (22), projeto de lei enviado pelo governador Camilo Santana (PT) que autoriza o Poder Executivo a reorganizar metas previstas no Plano Plurianual (2020-2023) para Segurança Pública, Saneamento Básico e Assistência Social, além de outras áreas. Também estão na pauta outros projetos do Governo e de parlamentares.

Foto: Camila Lima
  -  

Com plenário esvaziado, sessão da Assembleia Legislativa não tem pauta de votação

Com o plenário esvaziado, apesar do telão registrar 25 deputados presentes ‘fisicamente’, a sessão da Assembleia desta quinta-feira (8) foi mais uma vez morna, sem ter sequer votação prevista na pauta. No expediente, há apenas a leitura de projetos do Executivo e de deputados.

Foto: Nilton Cezar
  -  

“Os deputados tem estado presentes na plataforma virtual. Não há prejuízo”, diz Sarto sobre esvaziamento de sessões

Apesar do esvaziamento visto nas últimas sessões da Assembleia, o presidente da Casa, Sarto Nogueira (PDT), disse que não há prejuízo aos trabalhos por causa do modelo híbrido de participação: “Tem tanto gente no gabinete, como em casa. Os deputados tem estado presentes na plataforma virtual, nas discussões nas comissões e nas sessões”

  -  

STF: Kassio Nunes tem “as digitais do Centrão”, afirma Eduardo Girão

O senador Eduardo Girão (Podemos) criticou a escolha do desembargador Kassio Nunes para o Supremo Tribunal Federal (STF). “Ao que tudo indica, tal indicação parece mesmo ter as digitais do Centrão”. O parlamentar disse que esperava que o indicado do presidente Jair Bolsonaro tivesse um perfil mais conservador. A indicação ao STF deve ser votada no Senado.

  -  

Novo Plano Mansueto deve oferecer bônus para estados e municípios com boa gestão fiscal

“É um Plano que possa reestruturar de forma definitiva a questão fiscal dos estados e municípios. Não poderemos cair no mesmo erro do regime de recuperação fiscal que o Rio já entrou e não fez sua reestruturação”

Pontuou Mauro Filho, destacando que o RJ recebeu, desde 2017, R$ 52 bilhões da União. No novo Plano Mansueto, estados com boa gestão fiscal, como o Ceará, terão tratamento diferenciado, afirma.

  -  

Mauro Filho quer concluir parecer do novo Plano Mansueto em 30 dias na Câmara

Relator do novo Plano Mansueto, o deputado Mauro Filho (PDT) quer entregar, em 30 dias, o relatório sobre o plano, pronto para ser votado em Plenário. Segundo ele, serão feitos debates com governadores, secretários estaduais da Fazenda, especialistas e Tribunais de Contas para discutir a proposta. A meta é torná-lo mais rigoroso, com avaliações e multas já no primeiro ano.

Foto: José Leomar
  -  

Renato Roseno encontra educadores e critica “supressão de direitos” e “exploração do sistema”

Em encontro com educadores, neste sábado (24), o candidato Renato Roseno (Psol) criticou a “nova razão ultraliberal”. “Estamos atravessando uma longa noite, e ela fez com que muitas sociedades mergulhassem em trajetórias de supressão de direitos, de flexibilização de relações e de maior nível de exploração do sistema em relação às classes trabalhadores.”

Foto: Divulgação
  -  

Renato Roseno defende programa de prevenção aos homicídios em Fortaleza

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Renato Roseno (Psol) panfletou, nesta sexta (23), em frente a um shopping. Ele falou sobre Segurança e defendeu um programa de prevenção aos homicídios nos bairros mais violentos da cidade. “Com reinserção escolar, cultura, lazer, medição de conflito. Vai ser um programa dentro do gabinete em contato com várias pastas”.

  -  

Renato Roseno visita Dendê e conversa com apoiadores

Eleitores do candidato a prefeito de Fortaleza Renato Roseno (Psol) receberam o postulante na manhã deste sábado (17), no Dendê, no bairro Edson Queiroz. Acompanhado do candidato a vereador Ailton Lopes (Psol), Roseno conversou com moradores da região, ouviu queixas da população e discutiu propostas de melhoria para a comunidade.

Foto: Divulgação
  -  

Renato Roseno defende rearborização de Fortaleza a partir de matas nativas

Renato Roseno (Psol) participou de caminhada no bairro Guajiru, na manhã deste domingo (25). O candidato aproveitou para visitar a Floresta do Curió, onde defendeu a rearborização da cidade. “Iremos fazer a arborização a partir de matas nativas”, explicou. Além disso, ele reforçou a necessidade de investimento em saneamento básico na Capital.

  -  

“Nem bolsonarismo, nem hegemonismo, nem retrovisor”, alfineta Renato Roseno sobre adversários

“Quero convidar as pessoas a iniciar um novo ciclo político para Fortaleza, que nem seja do bolsonarismo nem do hegemonismo nem do retrovisor, do ‘de volta ao passado’. Nós precisamos arrancar ao futuro agora”.

Renato Roseno (Psol) alfinetou adversários. Ele afirmou, contudo, que o “adversário central” é a “violência política vinda do bolsonarismo”.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Renda básica: Renato Roseno propõe fontes de recursos para programa de transferência de renda

Em entrevista ao PontoPoder Eleições, Renato Roseno (Psol) detalhou proposta de renda básica na Capital. Ele explicou que pretende utilizar duas fontes de recursos para um programa de transferência de renda: operações de crédito e a arrecadação do Município. Roseno ressaltou ainda a importância da renda básica para o estímulo ao comércio local.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Capitão Wagner promete legalizar a situação dos comerciantes da Granja Portugal

Em caminhada pelo bairro Granja Portugal, nesta segunda-feira (26), Capitão Wagner (Pros) conversou com a população e prometeu regularizar a situação dos comerciantes locais. “Muitos negócios não têm alvarás e têm dificuldade de acessar as linhas de crédito e participarem de licitações por conta dessa falta de documentação e adequação”.

Foto: Divulgação
  -  

Justiça proíbe que coligações de Caririaçu realizem atos que gerem aglomerações

A Justiça Eleitoral determinou, na sexta-feira (23), que as coligações do município de Caririaçu abstenham-se de promover aglomerações em atos eleitoral. Caso descumpram a decisão, as coligações serão multadas em R$ 50 mil. Os partidos também devem, em até 24 horas, fazer a publicidade das medidas prevenção à Covid-19 a todos os seus militantes.

  -  

Polícia Federal simula fiscalização de ilegalidades nas eleições com uso de drones

A Polícia Federal vai testar na manhã de terça-feira (27) drones que serão utilizados na fiscalização das eleições municipais do Ceará. Os equipamentos devem servir para impedir práticas ilegais e registrar irregularidades no dia da votação. De acordo com a PF, os equipamentos têm zoom capaz de identificar atividades suspeitas e placas de carro com nitidez.

Foto: Divulgação/PF
  -  

Em primeiro ato público após se recuperar da Covid-19, Camilo volta a criticar Capitão Wagner

Em sua primeira aparição pública após se recuperar da Covid-19, o governador Camilo Santana (PT) reforçou críticas ao candidato do Pros, Capitão Wagner. “Ele andou dizendo que eu só estava falando nas redes, mas quero dizer em bom tom: que ele assuma a responsabilidade enquanto um dos líderes dos motins que desestabilizaram a segurança e geraram pânico à população”.

Foto: José Leomar
  -  

PontoPoder Cafezinho: Podcast entrevista candidato Samuel Braga

O podcast PontoPoder Cafezinho iniciou, nesta segunda-feira (26), ciclo de entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza. O primeiro entrevistado foi Samuel Braga (Patriota). O conteúdo é feito em parceria com a Verdinha AM 810. As entrevistas serão divulgadas de segunda a sexta. Confira aqui:

  -  

Candidatos à Prefeitura de Fortaleza assinam documento que estabelece 30 compromissos pela criança e pela adolescência

Cinco candidatos à Prefeitura de Fortaleza e dois vices marcaram presença no Ministério Público Estadual, nesta segunda (26), para assinatura do documento “30 compromissos pela criança e pela adolescência“. O texto aponta políticas públicas na questão social, educação, saúde, família, entre outras áreas, que devem ser prioridade na gestão municipal.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Fim de semana tem troca de farpas entre chapas do PDT e do PT em Fortaleza

Após veiculação de inserção da coligação liderada por Sarto Nogueira (PDT) listando avaliações negativas sobre a gestão da ex-prefeita Luizianne Lins (PT), a chapa petista reagiu. “Uma campanha sem propostas reais. As pessoas esperam ser cuidadas pelo poder público e não ataques mentirosos”, disse Luizianne nas redes sociais.

Foto: Isanelle Nascimento/Agência Diário
  -  

Filiado ao PP, deputado Apóstolo Luiz Henrique anuncia apoio a candidatura de Capitão Wagner

O deputado estadual Apóstolo Luiz Henrique (PP) anunciou apoio à candidatura de Capitão Wagner (Pros) para a Prefeitura de Fortaleza. O PP, partido de Luiz Henrique, integra a coligação de Sarto Nogueira (PDT). O parlamentar, segundo sua assessoria, comunicou a decisão ao partido, que compreendeu a posição. Apóstolo é líder de uma igreja na Capital.

Foto: José Leomar
  -  

Capitão Wagner diz que vai revogar Lei dos Alvarás e tornar taxa definitiva, mas precisará de apoio na Câmara

O candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), fez uma caminhada, nesta segunda (26), pela Granja Portugal. Ele disse que uma de suas primeiras medidas em uma futura gestão será revogar a Lei dos alvarás, que hoje é pago anualmente, e tornar a taxa definitiva. Para isso, precisará de apoio da Câmara, formada hoje por maioria governista.

  -  

Capitão Wagner quer “flexibilizar” regularização de empresas em Fortaleza e criar conselho econômico

Em visita à Granja Portugal, o candidato à Prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (Pros) disse que quer “flexibilizar” a regularização de empresas e estabelecer novas regras para a abertura de negócios. Questionado sobre as medidas, Wagner disse que vai criar um conselho econômico no gabinete para discutir medidas com o setor produtivo.

Foto: Isanelle Nascimento