Contradição, teu nome é Damares

“Abuso não se justifica, não se explica, não se minimiza e não se relativiza. Rejeito qualquer justificativa para abuso. O abusador tem que ser contido”, disse a ministra Damares Alves (Mulher, da Família e dos Direitos Humanos). O problema é que ela já disse o seguinte sobre abusos: “As meninas lá são exploradas porque não têm calcinhas, não usam calcinhas, são muito pobres”.