-  

Conexão SVM em Casa: debatedores levantam preocupação dos novos prazos eleitorais para este ano

O ex-ministro do TSE, Henrique Neves, o deputado Domingos Neto e o advogado André Costa, levantaram, no Conexão SVM em Casa, as preocupações dos novos prazos da eleição deste ano caso haja adiamento da disputa. Entre elas, estão a adaptação dos partidos nas campanhas eleitorais , julgamento das candidaturas e as possíveis ações judiciais.

  -  

Fundo Eleitoral: “Não adianta achar que vai se fazer campanha sem recurso”, diz Domingos Neto

Em debate no Conexão SVM em Casa, o deputado federal Domingos Neto (PSD) defendeu o uso do dinheiro público do Fundo Eleitoral para o uso dos recursos nas campanhas. A cifra chega a R$ 2 bilhões. Ao citar a proibição das doações das empresas pelo Supremo Tribunal Federal em 2015, o parlamentar abriu discussão sobre outras formas de financiamento.

  -  

Conexão SVM em Casa: “Vai ter que usar da criatividade”, diz André Costa sobre a campanha virtual dos partidos

A autorização da Justiça Eleitoral para as convenções partidárias de forma virtual abriu o calendário eleitoral nas redes. “Qualquer mudança em pouco tempo causa prejuízo para quem tem menos estrutura. Imagino que os partidos estejam se preparando para isso”, disse o advogado André Costa que é presidente do Instituto Cearense de Direito Eleitoral.

  -  

Eleições 2020: “Temos que preparar medidas para proteger a população”, diz ex-ministro Henrique Neves

O ex-ministro do TSE, Henrique Neves, alertou a sociedade para o início da preparação para a eleição municipal que se aproxima. Em debate no Conexão SVM em Casa, o advogado defende que, mesmo que haja adiamento da disputa no Congresso Nacional, como tem sido discutido com o Tribunal Superior Eleitoral, as medidas de saúde devem ser antecipadas.

  -  

O Parlamento e o Judiciário tem que reagir às ações de Bolsonaro, diz senador cearense

“Nós temos que impor algumas reações a isso. O Parlamento tem feito isso, corrigido estes erros. O que o Congresso e o Judiciário tem que fazer medidas de contenção de danos, e também simbólicas. Temos que começar a fazer atos formais de reprimenda”.

O senador Cid Gomes comentava a incitação, por parte do presidente, a invasão de hospitais nos municípios.

Foto: Divulgação
  -  

Anízio Melo, candidato pelo PCdoB, tem dia de visitas a bairros de Fortaleza

Professor Anízio Melo, candidato pelo PCdoB, deve visitar vários bairros da Capital nesta segunda (28). Pela manhã, ele esteve no Conjunto Ceará e, à tarde, ele segue em encontros com lideranças juvenis e articulações em bairros como Presidente Kennedy e Elery. Ele também deve fazer transmissão ao vivo nas redes sociais.

  -  

Eleições: Heitor Ferrer se reúne com equipe do plano de governo

Candidato pelo Solidariedade, Heitor Ferrer esteve reunido na manhã desta segunda (28) com a equipe do plano de governo da campanha. Acompanhado do candidato a vice da chapa, Walter Cavalcante (MDB), e do economista Eldair Melo, coordenador do plano, a meta era afinar as propostas para a cidade. A agenda segue com reunião de lideranças na Regional I.

  -  

PCdoB retira candidatura em Juazeiro do Norte e apoiará outra chapa progressista

O postulante à Prefeitura de Juazeiro do Norte pelo PCdoB, Professor Aurélio, anunciou que retirará a sua candidatura neste sábado (26). A decisão surpreendeu o presidente municipal do partido, Germano Lima, que decidiu apoiar outra chapa do campo progressista na cidade e não lançar outro nome ao pleito.

Foto: Rede social
  -  

Assembleia Legislativa prorroga ponto facultativo até 16 de agosto

A Assembleia Legislativa prorrogou o ponto facultativo para os servidores até o dia 16 de agosto, por causa da pandemia de Covid-19. A Casa retomou parte das atividades presenciais no fim do mês passado. Por enquanto, as sessões plenárias, em formato híbrido, ocorrem somente às quintas-feiras.

Foto: José Leomar
  -  

‘O Brasil chora diante de um dos momentos mais tristes de sua história’, diz Camilo sobre 100 mil mortes por Covid-19

“Que a incalculável perda dessas mais de 100 mil vidas e a imensurável dor de suas famílias jamais sejam esquecidas. O Brasil chora diante de um dos momentos mais tristes de sua história. Mas precisa ser forte para continuar lutando”.

Governador Camilo Santana, no Twitter, sobre as mais de 100 mil mortes causadas pela Covid-19 no País.

  -  

Temer minimiza polêmica recente entre Gilmar Mendes e militares

Michel Temer minimizou a recente polêmica entre Gilmar Mendes e os militares do Governo, iniciada após o ministro do Supremo afirmar que o Exército estaria se associando a um “genocídio”, referindo-se às mortes da pandemia. “Ele usou uma palavra forte, foi enfático, mas não usou a palavra genocídio no seu significado original”, disse o ex-presidente.

  -  

Ex-ministro do TSE, Henrique Neves, defende eleição para o dia 4 de outubro

“O momento de crise não é o momento para a gente modificar a lei. A própria Constituição tem algumas ressalvas que ela não nos permite, por exemplo, ser alterada em estado de sítio ou de defesa, porque mostra que são períodos conturbados”.

Henrique Neves, ex-ministro do TSE, em declaração no Conexão SVM em Casa sobre a discussão da possibilidade de adiamento da disputa municipal em relação à pandemia da Covid-19.

  -  

Partidos terão que devolver mais de R$ 27 milhões do Fundo Partidário aos cofres públicos

Trinta e um partidos brasileiros terão que devolver aos cofres públicos o valor de R$ 27 milhões. A cifra é referente ao fundo partidário do ano de 2014. O mau uso do recurso rendeu punições por parte da Justiça Eleitoral. Apenas uma legenda teve as contas aprovadas. Outras 11 foram aprovadas com ressalvas e 20 foram desaprovadas, segundo o TSE.

  -  

Com fim do prazo, TRE-CE atende mais de 34 mil eleitores online para regularização do título

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará recebeu pelo sistema Título Net 34.557 requerimentos de eleitores por serviços remotos ofertados pela Justiça Eleitoral. De forma inédita, a Corte cearense disponibilizou atendimento inteiramente pela internet. Os eleitores fizeram alistamento eleitoral, solicitaram transferência ou revisão dos dados.

  -  

‘Se o Camilo quisesse ser de outro partido teria ido”, diz Guilherme Sampaio sobre uso da imagem do governador

“Camilo é do PT e nós temos a gestão dele como referência. Se ele quisesse ser de outro partido teria ido. Ele está no PT por convicção. O mínimo que todo bom governador tem que ter é uma boa relação administrativa com as prefeituras”

Vereador Guilherme Sampaio (PT) sobre o embate pelo uso feito por Luizianne da imagem do governador.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

‘A declaração dele só confirma o que todo mundo já sabe’, diz Esio Feitosa sobre fala de Camilo em apoio a Roberto

“Essa declaração do Camilo só confirma o que todo mundo já sabe, que o governador está alinhado administrativamente e politicamente à nossa gestão”

Vereador Ésio Feitosa (PSB), líder do prefeito na Câmara, sobre resposta do governador em apoio a gestão de Roberto Cláudio e ao PDT após ser questionado sobre uso da imagem dele na campanha de Luizianne (PT).

Foto: Érika Fonseca/CMFor
  -  

Heitor Ferrer quer “facilitar” licenciamento e alvarás para instalação de empresas em Fortaleza

“Prefeitura não gera emprego e renda, estimula a inciativa privada a empreender. Não vamos vender ilusão. Temos que facilitar a burocracia”.

Heitor Ferrer (SD), candidato a prefeito de Fortaleza ao reforçar que quer “facilitar” licenciamento e alvarás para empresas se instalarem em Fortaleza. Só assim, segundo ele, é que o emprego será gerado.

  -  

Heitor Ferrer diz que entrará com ação contra Heitor Freire por confusão com nomes na campanha

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Heitor Ferrer (SD) criticou o adversário Heitor Freire (PSL) por usar apenas o nome “Heitor” na campanha e disse que vai acionar a Justiça contra ele. “Ele está usando numa pura intenção de enganar o eleitor. Ele tem que se apresentar como Heitor Freire. Da mesma forma eu: Heitor Férrer. A Justiça terá que dar uma correção”.

  -  

“De lei”: Heitor Ferrer e Walter Cavalcante comem pastel com caldo de cana no Centro

Antes de começar a andança nas ruas do Centro, nesta quarta (30), o candidato à Prefeitura de Fortaleza Heitor Ferrer (SD) e o candidato a vice Walter Cavalcante (MDB) pararam pra comer um pastel e tomar caldo de cana. Esse é um programa “de lei”, quase obrigatório, dos candidatos a qualquer cargo em época de campanha na Capital.

Foto: Helene Santos
  -  

Agenda: Heitor Freire conversa com ambulantes durante caminhada no Centro

Candidato pelo PSL, Heitor Freire caminhou pelas ruas do Centro da Capital nesta terça-feira (29) e conversou com vendedores ambulantes e outros profissionais da região. Segundo ele, houve muitas reclamações sobre a falta de estrutura na região. Ele afirmou que esta é uma categoria que precisa ter um olhar mais atento do gestor público.

Foto: Divulgação
  -  

“PDT está desesperado para mostrar o candidato para a cidade”, diz Wagner sobre propagandas irregulares

Após 24 ações ajuizadas pela coligação de Capitão Wagner (Pros) contra publicidades de Sarto Nogueira (PDT), a Justiça concedeu sete liminares determinando a retirada das publicações. Wagner repercutiu as decisões. “O PDT demorou demais para escolher seu candidato e agora está desesperado para mostrar o candidato para a cidade”.

Foto: Helene Santos
  -  

Eleição: Incentivo ao empreendedorismo será desafio do próximo prefeito, diz Capitão Wagner

Em visita à Feirinha da Beira Mar, Capitão Wagner (Pros) afirmou que o incentivo ao setor produtivo da cidade, principalmente aos microempreendedores, será o desafio do próximo prefeito de Fortaleza. Ele disse ainda que pretende promover a vinda de grandes empresas para a Capital, para fortalecer a geração de emprego e renda.

Foto: Helene Santos
  -  

Sete liminares são concedidas pela Justiça Eleitoral para retirada de publicação sobre parceria de Sarto e Camilo

Após pedido da coligação de Capitão Wagner (Pros), ao todo, sete liminares foram concedidas pela Justiça ordenando a retirada imediata de publicações em que Sarto Nogueira (PDT) aparece ao lado do governador Camilo Santana (PT). Segundo as decisões, as postagens causam “confusão e desinformação” já que associa a imagem do petista “a uma candidatura concorrente”.

Foto: Helene Santos
  -  

“Nós fazemos parte do mesmo projeto”, reforça Sarto sobre associação de sua imagem à de Camilo Santana

Sobre propaganda na internet em que aparece ao lado de Camilo Santana, o candidato à Prefeitura de Fortaleza Sarto Nogueira (PDT) disse, nesta terça (29), que “compreende” o governador ser de outro partido, o PT, que lançou a candidata Luizianne Lins. Sarto, entretanto, frisou: “nós fazemos parte do mesmo projeto. E outra: fui vice-líder do governador, temos esse histórico”.

Foto: Isanelle Nascimento