-  

Candidata à Prefeitura de Tauá, Patrícia Aguiar se licencia da Assembleia

A Assembleia aprovou, nesta quinta (1º), a licença da deputada Patrícia Aguiar (PSD) por 45 dias, para “tratar assuntos particulares”. Por ser um tempo curto, nenhum suplente assume a vaga dela. Patrícia é candidata à Prefeitura de Tauá e vai se concentrar na campanha. Também se licenciaram Vitor Valim (Pros) e Júlio César Filho (Cidadania).

Foto: José Leomar
  -  

Processo contra André Fernandes por suposto nepotismo é suspenso após propor acordo com MP

Está suspenso por 60 dias o processo contra o deputado André Fernandes (Republicanos) que tramita na 12ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza por suposto nepotismo na Assembleia Legislativa. Ele indicou cunhado e tio para cargos. A decisão ocorreu, após Fernandes propor um acordo com o Ministério Público, que será negociado, para diminuir a punição.

Foto: José Leomar
  -  

Mulheres em situação de violência podem buscar ajuda em canal no whatsapp da Assembleia

O ‘Zap Delas’, canal lançado nesta segunda (14) pela Assembleia Legislativa no Whatsapp, promete atendimento a mulheres em situação de violência, no Ceará, e encaminhamento jurídico e psicossocial. A iniciativa da Procuradoria Especial da Mulher, liderada por Augusta Brito (PCdoB), funcionará de segunda a sexta, das 8h às 17h. Número (85)9-9814-0754.

Foto: Shutterstock
  -  

Deputada chama atenção na Assembleia sobre pobreza menstrual: “tem que quebrar esse tabu”

“A pobreza menstrual não trata só da falta do dinheiro para comprar um absorvente, mas também do saneamento básico, da falta de informação. A gente pensa que isso não existe. A menstruação é um fator biológico, não é uma doença, tem que ser quebrado esse tabu”.

Augusta Brito (PCdoB), deputada estadual, ao falar na tribuna da Assembleia Legislativa sobre esse problema social.

Foto: José Leomar
  -  

TRE forma maioria para livrar prefeito de Pacajus da cassação; julgamento ainda será concluído

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) formou maioria, em sessão nesta sexta-feira (11), contra cassação do prefeito de Pacajus, Bruno Figueiredo (PDT) e do vice, Francisco Fagner (DEM). Seis desembargadores aceitaram o recurso da chapa. O presidente do TRE, Inácio Cortez, pediu vista e a conclusão do julgamento foi adiada.

  -  

Justiça Eleitoral cassa mandatos do prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra, e do vice, Giovanni Sampaio

A 28ª Zona Eleitoral de Juazeiro do Norte cassou os diplomas do prefeito, Glêdson Bezerra (Podemos), e do vice, Giovanni Sampaio (PSD), por abuso de poder econômico durante o pleito de 2020. A decisão do juiz Giacumuzaccara Leite Campos também torna ambos inelegíveis por oito anos, assim como Gilmar Bender, terceiro réu da ação de impugnação. Ainda cabe recurso.

  -  

Após recurso, Justiça Eleitoral defere candidatura do ex-vereador de Fortaleza Dr. Porto

A candidatura do ex-vereador Dr. Porto (PDT) foi deferida na quinta-feira (7) após recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele recebeu 5.093 votos, mas, como teve a candidatura indeferida antes do 1º turno, apenas agora os votos serão totalizados pela Justiça Eleitoral. Com o deferimento, Porto passa para a suplência do PDT, maior bancada na Câmara.

Foto: Érika Fonseca
  -  

Patrícia Aguiar é empossada em Tauá para o 4° mandato

Oficialmente, Patrícia Aguiar (PSD) voltou ao comando da prefeitura de Tauá, após quatro anos, para cumprir o 4° mandato. A solenidade de posse ocorreu na Câmara Municipal nesta sexta (1º). Ao lado da vice-prefeita Fátima Veloso, a gestora pontuou a necessidade de trabalhar para “organizar o município e melhorar os serviços de saúde e de educação”.

  -  

Eleita prefeita de Tauá, deputada Patrícia Aguiar pede renúncia na Assembleia Legislativa

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Ceará, em reunião extraordinária nesta quarta-feira (23), recebeu o pedido de renúncia da deputada estadual Patrícia Aguiar (PSD). Ela foi eleita prefeita de Tauá. Na sessão, a Assembleia deu posse ao suplente David Ney Gonçalves de Macedo, conhecido por David de Raimundão (MDB).

Foto: José Leomar
  -  

Patrícia Aguiar faz discurso de despedida na AL-CE: “Atendi a um chamamento popular”

Eleita prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar (PSD) fez nesta quinta (10) o último discurso na AL-CE. Fez um balanço do mandato e afirmou ter atendido a um “chamamento popular”. “Foi uma experiência muito rica, muito produtiva, mas realmente eu sempre me identifiquei mais com o Poder Executivo“, disse a deputada, que vai para o 4º mandato como prefeita.

Foto: José Leomar
  -  

Justiça decreta bloqueio de bens da ex-prefeita e de ex-secretária de Parambu

A 3ª Vara da Comarca de Tauá determinou o bloqueio de imóveis e R$ 61,6 mil de Keylly Mateus Noronha, ex-prefeita de Parambu, e Maria Enilzete Noronha, ex-secretária do município, na terça-feira (17). A ação foi apresentada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) após constatar irregularidades cometidas na aquisição de uma ambulância.

Foto: Reprodução
  -  

Candidata à Prefeitura de Tauá, Patrícia Aguiar testa positivo para Covid-19

Candidata a prefeita de Tauá, a deputada Patrícia Aguiar (PSD) testou positivo para Covid-19. Nas redes sociais, ela informou que está com sintomas leves e segue em isolamento social. “Minha candidata a vice, os vereadores e os apoiadores irão cumprir a agenda programada. Vou continuar a campanha de forma virtual. A nossa campanha não vai parar”, disse.

Foto: José Leomar
  -  

Em Tauá, três grupos políticos polarizam disputa pela Prefeitura

Três grupos polarizam a disputa pela Prefeitura de Tauá. Fred Rêgo (DEM) busca a reeleição, após assumir o cargo do prefeito cassado Carlos Windson. A esposa do Windson, Cecília Oliveira (PSC), será vice de Dr. Edyr (PP), irmão do deputado Audic Mota. Completa a polarização a ex-prefeita e atual deputada, Patrícia Aguiar (PSD). Avante e PSL também disputam.

  -  

Ceará deve receber 198 mil doses de Sputnik V no início de julho, diz Camilo Santana

As primeiras doses da vacina russa Sputnik V devem chegar ao Ceará no início de julho. Segundo o governador Camilo Santana, o Estado receberá 198 mil doses para imunização da população. A restrição ao número de imunizantes importados foi estabelecido pela Anvisa. No total, o governo estadual adquiriu mais de 5 milhões de doses da Sputnik V.

  -  

Partidos tem até dia 30 de junho para apresentar a prestação de contas de 2020

Os partidos políticos têm até o próximo dia 30 de junho para apresentar, ao Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), a prestação de contas do exercício de 2020. O prazo foi estabelecido em resolução do Tribunal Superior Eleitoral. O documento, de 2019, passa a reger elaboração e prestação de contas anuais dos partidos políticos desde 2020.

  -  

Polícia Federal mira possíveis desvios de verba para tratamento da Covid-19 em Maranguape

A Polícia Federal cumpre 10 mandados de busca e apreensão em domicílio de investigados na operação Soroche que apura desvio de recursos públicos durante a pandemia. As ações da manhã desta quinta (24) ocorrem em Fortaleza e em Maranguape, e decorrem de inquérito instaurado de junho de 2020. Estima-se que as supostas infrações tenham causado prejuízos superiores a R$ 3 milhões.

  -  

Esposa de Capitão Wagner, Dayany Bittencourt se filia ao partido Republicanos

Esposa do deputado federal Capitão Wagner, Dayany Bittencourt se filiou, nesta quarta (23), ao Republicanos. A cerimônia ocorreu em Brasília e contou com a presença do presidente nacional da legenda, Marcos Pereira, e o dirigente estadual, Ronaldo Martins, além de aliados do grupo. A filiação ocorre em meio às articulações para as eleições de 2022.

  -  

Câmara de Fortaleza tem Mesa Diretora formada só por mulheres em sessão desta quarta, 23

A sessão da Câmara de Fortaleza nesta quarta (23) foi conduzida só por mulheres durante o Pequeno Expediente. A composição feminina da mesa foi presidida pela Enfermeira Ana Paula (PDT) e secretariada por Kátia Rodrigues (Cidadania) foi destacada pelos vereadores Ronivaldo Maia e Larissa Gaspar, do PT, e pelo líder do governo, Gardel Rolim (PDT).

Foto: André Lima
  -  

PontoPoder na TV Diário: Vacinômetro da bancada cearense e Lei de Improbidade Administrativa

Nesta edição, o PontoPoder traz os desdobramentos do projeto que muda a Lei de Improbidade Administrativa, além do vacinômetro da bancada cearense em Brasília. A atração, que vai ao ar às 20h45, na TV Diário, tem ainda reportagem sobre os poços não instalados pelo Dnocs no Ceará.

  -  

CPI: Ao listar previsões erradas, Tasso critica postura de Osmar Terra: “não é hora de parar de opinar”?

Em participação na CPI da Pandemia nesta terça (22), o senador Tasso Jereissati (PSDB) listou uma série de previsões erradas feitas pelo convidado, deputado Osmar Terra (MDB), desde o ano passado. Osmar reconheceu os erros, que foram sobre vacinação e tempo de duração da pandemia. “Não é hora de parar der opinar?”, questionou Tasso, ao deputado.

  -  

Diretório do PT oficializa grupo de trabalho que vai articular eleições de 2022 no Ceará

O diretório estadual do PT deu posse, nesta terça-feira (22), ao Grupo de Trabalho e Ação (GTA) do partido no Ceará que vai articular as táticas para as eleições de 2022. O ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques, foi oficializado como o coordenador da campanha do ex-presidente Lula no Estado para a disputa presidencial.

  -  

Augusta Brito e Gadyel Gonçalves podem deixar PCdoB e sondam partidos para disputar eleição de 2022

A deputada estadual Augusta Brito e o esposo, ex-prefeito de São Benedito Gadyel Gonçalves, avaliam se ficam no PCdoB, mas sondam outros partidos para disputar as eleições de 2022. Ela em busca da reeleição e ele uma vaga na Câmara Federal. Augusta recebeu convite do governador Camilo Santana para se filiar ao PT. Já Gadyel dialoga com PP, PSB e PDT.

Foto: Saulo Roberto e José Leomar
  -  

Senador Cid Gomes anuncia que vai acionar o STF contra privatização da Eletrobrás

O senador Cid Gomes (PDT) anunciou nesta quinta-feira (17) que vai ingressar com ação no Supremo Tribunal Federal para tentar reverter a aprovação de MP da privatização da Eletrobras no Senado, que ele definiu como uma “ilegalidade”. O placar foi apertado: 42 a 37 votos. “Sequer houve tempo para discutir questão tão importante para o País”, disse.