-  

“Não quero ficar polemizando com o Ciro”, rebate Lula, em primeira visita ao Nordeste pós-prisão

“Não quero ficar polemizando com o Ciro. Ele foi leal comigo no governo, tive uma boa relação com o Ciro. Agora, dizer que o PT deveria ter saído (das eleições do ano passado) para apoiar ele… Você acha que o Bahia vai jogar com o Vitória e amolecer? Não podemos aceitar que tentem nos diminuir”.

Lula, rebatendo hoje críticas de Ciro Gomes, em Salvador, onde encontrou governadores do PT, na 1ª visita ao Nordeste, após a soltura.

Foto: Ricardo Stuckert
  -  

‘Vamos tentar construir uma candidatura para 2022’, diz Camilo ao defender aliança entre PT-PDT

Em entrevista ao Diário do Nordeste, na edição deste domingo (20), o governador Camilo Santana disse que 2022 exigirá “responsabilidade” dos líderes do campo progressista. Ele, que promoveu reaproximação entre Ciro e Lula em setembro, defendeu que é preciso pensar em candidatura contra Bolsonaro. “Se não for possível no 1º turno, que seja no 2º turno”, diz sobre aliança PT-PDT.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Lula diz que teve “conversa civilizada” com Ciro, mas deixa 2022 em aberto

O ex-presidente Lula (PT) comentou, em entrevista, hoje (15), em São Bernardo do Campo, o encontro que teve com Ciro Gomes (PDT) no início de setembro. Segundo o petista, “foi uma conversa civilizada” em que foi falado sobre respeito mútuo entre os partidos. A ideia, defende ele, é que “um candidato progressista” possa vencer em 2022.

Foto: Reprodução Instagran
  -  

PontoPoder Análise: Eleição de Fortaleza ganha espaço no debate nacional

A eleição em Fortaleza, polarizada entre três candidaturas, segundo o Ibope, está no centro do debate nacional. Sarto (PDT) é ligado a Ciro, Capitão Wagner (Pros) tem a simpatia de Bolsonaro e Luizianne Lins (PT) a de Lula. Vencer em uma grande Capital eleva os territórios de influência política para os que estão de olho em 2022. Leia aqui a análise de Inácio Aguiar.

  -  

Cid destaca independência de Roberto Cláudio e Camilo: “não são paus mandados”

“Nenhum dos dos é pau mandado”, diz o Senador Cid Gomes (PDT), referindo-se ao governador Camilo Santana (PT) e ao ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT). Em entrevista ao Sistema Verdes Mares, Cid falou sobre como seu grupo político indicou e tornou conhecidas “as figuras mais importantes” das Eleições 2020 e frisou a independência dos dois. Leia.

  -  

De olho em 2022, Cid Gomes diz que Dória é “um oportunista” e Huck, um “animador de auditório”

O senador Cid Gomes (PDT) chamou o apresentador Luciano Huck de “animador de auditório” e o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), de “oportunista”. Os dois são cotados como candidatos à presidência em 2022. Em entrevista ao Sistema Verdes Mares, Cid classifica seu irmão, Ciro Gomes (PDT), como o mais preparado para a disputa ao Planalto.   

Foto: Camila Lima
  -  

“Eu o considero um novo Eduardo Cunha”, diz senador Cid Gomes sobre Arthur Lira

Em entrevista exclusiva ao Sistema Verdes Mares, o senador Cid Gomes (PDT) classificou o candidato à presidência da Câmara, Arthur Lira (PP), aliado de Bolsonaro, como “novo Eduardo Cunha”. Ex-presidente da Casa, Cunha cumpre prisão domiciliar. “É o mesmo estilo, da esperteza, da falta de compromissos com o País”, disse o senador. Leia a entrevista. 

  -  

STF decide suspender foro privilegiado para defensores públicos do Ceará

A ministra Cármen Lúcia, do STF, decidiu pela “suspensão cautelar” do foro privilegiado para defensores do Estado. A decisão atende a ação do PGR, Augusto Aras, que considera inconstitucional que defensores estaduais tenham como primeira instância o TJCE. A matéria ainda será julgada. A Associação dos Defensores do Estado do Ceará (Adpec) analisará os próximos passos a serem adotados na ação.

Foto: Agência Brasil
  -  

Ex-senador Luiz Pontes evolui na luta contra a Covid-19 e deixa uso de respirador

O ex-senador Luiz Pontes (PSDB) apresentou melhora no estado de saúde. Ele não precisa mais do uso de respirador e não está mais sedado. O dirigente tucano chegou a ser entubado nas últimas semanas por conta da Covid-19. Já realizando sessões de fisioterapia intensiva, a previsão é que Pontes deixe a Unidade de Terapia Intensiva ainda nesta semana.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Prefeito de Eusébio é o primeiro a ser vacinado contra a covid-19 na cidade

O prefeito Acilon Gonçalveis (PL) de Eusébio, foi o primeiro a ser vacinado na cidade. O registro foi publicado nas redes sociais oficiais do gestor, na tarde desta terça-feira (19). A técnica de enfermagem Cristina de Lucena foi a segunda a ser imunizada no município. “Uma esperança que se renova, mas os cuidados continuam”, escreveu o prefeito.

Foto: Reprodução
  -  

Aliado de Heitor Freire é exonerado da superintendência do Ibama no Ceará

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, exonerou o coronel da reserva da PM, Júlio Aquino Junior, do cargo de superintendente do Ibama no Ceará. A portaria foi publicada nesta terça(19) do Diário Oficial da União. Aquino havia sido indicação de Heitor Freire (PSL), que disse que já está avaliando “nomes com preparo técnico para uma nova indicação”.

  -  

Artista de Baturité protestam contra fusão da Secretaria da Cultura com Turismo e Lazer

Dez artistas do municípios de Baturité protestaram na noite de ontem (18) durante a votação que aprovou a união da Secretaria da Cultura com a de Esporte e Lazer. “Pedimos para falar na tribuna, mas não permitiram. Convidaram para a próxima semana, mas aí não adianta mais, já foi aprovado”, lamentou o professor Wesley Monteiro. A PM encerrou a manifestação.

Foto: Reprodução
  -  

Prefeitura de Baturité funde Secretaria da Cultura com Turismo e Lazer e gera protestos

Em sessão realizada ontem (18), os vereadores de Baturité aprovaram uma proposta de reforma encaminhada pelo Executivo do Município que cria a Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer. Até a última gestão, a pasta da cultura era independente. Na votação, dez vereadores votaram pela fusão e três foram contrários.

  -  

‘Eu não espero nenhum projeto estratégico’, diz Cid sobre gestão federal da crise em prol da recuperação do País

“Eu não espero nenhum projeto estratégico, porque ele (Jair Bolsonaro) não tem nenhuma das duas coisas: não tem liderança, é despreparado e, pior, ele tem uma motivação animosa, beligerante”.

Senador Cid Gomes (PDT), ao criticar o que considera falta de plano estratégico do Governo Federal diante das crises sanitária e econômica no Brasil.

Foto: Natinho Rodrigues